Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Up
  • Onix
  • Duster
  • HB 20
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Golf
  • Focus
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | Usado do mês
Chevrolet Zafira
Novembro 2006

Chevrolet Zafira

A família cresceu demais e está precisando levar até sete pessoas? A solução está aqui

Por Alexandre Ule Ramos | Fotos: Marco de Bari
Lista de matérias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

Quando o quarto filho está chegando, você logo pensa: "Que carro eu compro agora?" Se não quiser cair nos modelos importados - e de preço e manutenção mais caros -, não há como deixar de olhar para uma Zafira, a única minivan nacional com sete lugares. Ela conta, desde seu lançamento, com o interessante sistema Flex7, que consiste em dois bancos adicionais dobráveis localizados no assoalho do porta-malas. Quando necessário, podem ser "armados" e utilizados, o que diminui a capacidade do porta-malas para 150 litros. Mas, como conta com 28 possibilidades de arranjo, pode-se aumentar essa capacidade para até 1700 litros, rebatendo-se todos os assentos traseiros.

Baseada na mesma plataforma do Astra, foi lançada em abril de 2001 com motor 2.0 8V e 116 cavalos e 2.0 16V de 136. Sem a nomenclatura das versões, eram diferenciadas apenas pela motorização, sendo que a mais potente também era mais luxuosa. A básica contava com direção hidráulica, trio elétrico e encostos de cabeça em todos os bancos. Já a topo-de-linha vinha com direção eletroidráulica, ar-condicionado, rodas de liga leve e faróis de neblina. No fim do ano, o modelo 2002 recebeu lanternas traseiras com piscas brancos e, a partir de maio, a opção do câmbio automático para o motor 2.0 8V.

Em março de 2004, veio o motor 1.8 Flexpower, que curiosamente foi apresentado já como modelo 2005. Olho vivo aqui: na hora da revenda, há maior preferência pelos modelos bicombustível e a diferença de preço entre elas não é tão alta, às vezes em torno de 2000 reais. Outra grande mudança é a reestilização, com novos pára-choques, grade e faróis auxiliares. Os nomes também mudaram: Comfort, Elegance e a topo-de-linha Elite. Desde a básica, a Zafira passou a ter ar-condicionado digital, direção hidráulica e trio elétrico. A Elite incluía airbags frontais e laterais, freios com ABS e EBD, forração de couro, CD player com controles no volante, roda de liga leve e faróis de neblina.

Com boa oferta no mercado de usados, a Zafira é fácil de ser revendida. Também não apresenta grandes problemas crônicos, o que traz certa tranqüilidade na manutenção. Exija sempre o manual de revisão em dia e evite as cores muito fortes, pois nesse modelo elas são mais difíceis de passar para frente.


Fuja da roubada

Nos primeiros carros o ar-condicionado era opcional. Não pense em comprar um sem o equipamento. Pode até ser mais barato, mas depois revenda se tornará um martírio.


A voz do dono
"A flexibidade e o espaço internos são seus grandes trunfos. Já tive mais de uma Zafira e atualmente uso no dia-a-dia uma 2.0 16V 2002, que está comigo há cinco meses. Gosto muito dela. Acho suas linhas atraentes, mesmo com cinco anos de mercado. Só acho o consumo um pouco elevado, mesmo nas versões 2.0 8V. Mas sou um fã de carteirinha do carro e não abro mão da minha Zafira."
Ricardo Monteiro Lobato, 33 anos, comerciante, São Paulo (SP)

O que eu adoro
"Apesar de não ter comprado o carro zero-quilômetro, estou satisfeito com a manutenção. Nunca apresentou grandes problemas, a não ser os serviços de rotina."
Juliano Pereira Dias, 34 anos, advogado, São Paulo (SP)

O que eu odeio
"Acho o consumo de combustível allto demais para esse tipo de carro. E aindatem o preço das peças, que eu considero um roubo."
Fernando Arras da Costa, 43 anos, Porto Alegre (RS)


Nós dissemos

Maio de 2001

"É a que tem a melhor arquitetura interna em função do aproveitamento do espaço. Em uma disputa em que prevaleceu o equilíbrio, a versatilidade contou a seu favor. (...) Os adultos que se dispuserem a viajar na última fileira não devem esperar pelo conforto de classe executiva. Há bom espaço para as pernas, cintos de três pontos individuais, encosto de cabeça, nichos nas laterais com porta-copos e até uma depressão no assoalho para os pés. Mas só as crianças ficarão totalmente à vontade nesse espaço."


Preço dos usados (em média)*

2001
2.0 8V - 35000
2.0 16V- 36200
Comfort 2.0 flex - -
Elegance 2.0 flex - -
Elite 2.0 flex - -

2002
2.0 8V - 36 150
2.0 16V - 28 150
Comfort 2.0 flex - -
Elegance 2.0 flex - -
Elite 2.0 flex - -

2003
2.0 8V - 38 800
2.0 16V - 42 100
Comfort 2.0 flex - -
Elegance 2.0 flex - -
Elite 2.0 flex - -

2004
2.0 8V - -
2.0 16V - -
Comfort 2.0 flex - 51 200
Elegance 2.0 flex - 58 600
Elite 2.0 flex - 60 600

2005
2.0 8V - -
2.0 16V - -
Comfort 2.0 flex - 52 800
Elegance 2.0 flex - 60 500
Elite 2.0 flex - 62 500

FONTE: MOLICAR
*Valores em reais, coletados em março de 2006


Preço das peças

ORIGINAL
Farol dianteiro (cada um) - 794
Pastilha de freio dianteiro (par) - 320
Disco dianteiro (par) - 548
Amortecedor dianteiro (cada um)- 245

PARALELO
Farol dianteiro (cada um) - 220
Pastilha de freio dianteiro (par) - 120
Disco dianteiro (par) - 220
Amortecedor dianteiro (cada um) - 158


Pense também em uma...

Renault Scénic

Se você não vai precisar levar mais do que cinco pessoas, essa minivan dá conta do recado. Tem bastante oferta no mercado de usados, o espaço interno é generoso e, por ser feita no Brasil desde 1999, tem opções mais baratas que a Zafira, com preços começando em 22300 reais. Prefira a opção 1.6 16V, que tem a melhor relação custo/benefício, especialmente pelo baixo consumo de combustível.


Onde o bicho pega

Computador de bordo
Pode apresentar problemas, com informações erradas ou ainda defeitos no display.

Alarme
Alguns modelos chegam a apresentar a desprogramação do sistema de abertura das portas. Com isso, as portas precisam ser trancadas pela fechadura. A boa notícia é que é relativamente simples reprogramá-lo.

Faróis de neblina
Se houver infiltração de água, das duas, uma: ou se desmontam os faróis, para serem limpos e sofrerem um reforço na vedação, ou parte-se para a troca da peça.

Coxins
Percebeu que há vibração em excesso no conjunto motor/câmbio ou dificuldade de engatar marchas? Verifique se os coxins estão em bom estado, sem rachaduras ou quebras.

Ar quente
Nos carros com ar-condicionado digital, o ar quente pode deixar de funcionar ou estar desregulado. Faça o teste.

 

* Reportagem publicada na edição de abril de 2006 da revista QUATRO RODAS





» FOTOS

Publicidade