QUATRO RODAS - Fiat Stilo
Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Sandero
  • Vezel
  • Novo Fox
  • Duster
  • HB 20
  • Golf
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Saveiro cab dupla
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | Usado do mês
Fiat Stilo
Setembro 2005

Fiat Stilo

Sinônimo de conforto e modernidade, ele vem recheado de equipamentos

Por Alexandre Ramos / fotos: André Penner
Lista de matérias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

De R$ 32 300 a R$ 51 000

Um dia você vai a uma loja multimarcas e pergunta: "Estou precisando de um carro confortável, gostoso de dirigir, com dois ou três anos de uso e bom espaço para uma família pequena. Também precisar ter presença, status, sabe? Mas sem custar mais de 34000 reais. Tem alguma coisa assim?" Há uma grande chance de o vendedor lhe oferecer um Stilo.

Você poderá escolher entre três versões: 1.8 8V (103 cavalos), 1.8 16V (122) e Abarth 2.4 (167). Prefira a melhor relação custo/benefício do 1.8 8V, mais fácil de revender e com grande oferta no mercado. A vantagem dos motores 1.8 é que são os mesmos da linha GM, sem a fama dos famigerados problemas com quebra da correia dentada e suas conseqüências.

Sucessor do Brava, o Stilo foi apresentado na Europa em 2001 e produzido aqui a partir de 2002, logo agradando pela aparência moderna. Com desenho mais próximo do de uma minivan, o hatch capricha no aproveitamento do espaço interno. Sua posição mais elevada de condução acaba agradando aos mais baixinhos.

Outro ponto forte são os itens de série: tem direção com assistência elétrica, banco do motorista regulável em altura, banco traseiro bipartido, computador de bordo e vidros dianteiros e trava elétricos. O ar-condicionado é presença quase obrigatória, apesar de ser opcional nos primeiros 1.8 8V. Muito elogiada por quem mora nas cidades é a tecla City, que suaviza a direção em manobras. Também de série é o sistema My Car, que permite personalizar vários ajustes, como destravamento das portas, alerta de velocidade ou regulagem do volume de som de teclas.

A versão 16V vem com ar-condicionado de série, bem como discos de freio traseiros, retrovisores elétricos e rodas de liga leve. Já o Abarth tem uma lista mais extensa, que passa por airbag, controle de tração e estabilidade e CD player com MP3 player.

Quem sonha com o exclusivo teto solar Sky Window não deve estranhar o alto preço. Por ser um opcional caro quando novo, quem levava o equipamento em geral recheava o carro com outros opcionais. Por isso um modelo com Sky Window pode custar de 4000 a 9000 reais a mais, dependendo do ano e da versão.

Antes de assinar o cheque lembre-se de conferir a parte inferior, especialmente na frente. Como é notória a fama do Stilo de raspar em qualquer lugar, procure por arranhões em peças ou até mesmo trincas no câmbio.


Fuja da roubada

Encontrou um Stilo em ótimo estado e com baixa quilometragem por 1 000 reais abaixo do preço de mercado? Mas não tem ar-condicionado? Então não caia nessa. Nos primeiros Stilo 1.8 8V o item não era de série, mas a maioria preferia levá-lo mesmo como opcional. Portanto modelos sem ar são raridade - e um grande mico. No ato da compra a diferença de preço pode até parecer compensadora, mas na hora de revender o trabalho vai ser bem maior.


Preço de peças (em média)

ORIGINAL/ PARALELO

Amortecedor dianteiro (cada) 196/136
Farol dianteiro 392/250
Pára-choque dianteiro 395/350
Retrovisor250/200
Lanterna traseira esquerda 295/230


Preço dos usados (em média)

2002/ 2003/ 2004

1.8 8V 32300/ 33300/ 36200

1.8 16V 36600/ 37800/ 41800

Abarth 2.4 20V 42700/ 44000/ 51000

FONTE: MOLICAR

* Valores apurados em agosto


Onde o bicho pega

Teto solar

Se o teto não funcionar ou se der uma pane de uma hora para a outra, não se assuste. Culpa do sistema computadorizado. Nesse caso é preciso ir até uma concessionária para fazer uma reprogramação. Se o veículo está na garantia, a autorizada não cobra pelo serviço. Caso contrário, pode custar 150 reais.

Pedal da embreagem

O sistema apresenta rangidos em determinados veículos, por causa de mau funcionamento do cilindro de acionamento. Faça o teste do sistema com o motor ligado.

Suspensão

É na dianteira que costumam aparecer os barulhos mais desagradáveis na suspensão do Stilo, sensível demais às ruas esburacadas de algumas cidades. É indispensável antes da compra dar uma volta sobre um piso irregular - de preferência paralelepípedos.

Caixa de direção

Mais um componente que sofre com o mau estado do asfalto brasileiro. No test-drive, gire o volante de um lado para o outro e passe por cima de pequenos buracos para conferir se há ruído no sistema de direção.

Porta-luvas

Dois defeitos rápidos de checar, mas que na maioria dos casos só se descobre após algum tempo de uso. A tampa do porta-luvas pode ter problemas para fechar e a saída do ar-condicionado no interior do compartimento pode não funcionar. Quase ninguém percebe.


Nós dissemos

Setembro 2002

"O Stilo incorpora as novas tendências do mercado de ampliar o espaço interno e cercar os passageiros de mais itens de conforto ou comodidade. A posição de dirigir é um exemplo. No Stilo, o motorista fica 7 centímetros mais alto que no Golf . (...) No interior, a Fiat largou mão das ousadias da dupla Brava e Marea. Até parece que você está em um carro alemão. Os materiais adotados estão acima da média da Fiat, sendo menos ásperos ao toque. (...) Outro fato incontestável é que a Fiat conseguiu, enfim, produzir um carro do nível do Golf. Se você usa mais a razão, dá mais importância à vida a bordo, compre o Stilo."


Pense também em um

Volkswagen Golf 1.6

É a melhor relação custo/benefício na linha Golf. O carro cativa qualquer um que o tenha dirigido. Câmbio perfeito, suspensão impecável, não há quem não se apaixone ao volante. É mais indicado para quem gosta de acelerar, já que tem veia mais esportiva que o Stilo. Por ser o objeto de desejo dos ladrões, seu seguro é alto demais, custando mais que o dobro dos concorrentes. Revendê-lo é moleza, encontrar um modelo em ótimo estado, mais fácil ainda. Atenção com o estado da suspensão.


A voz do dono

"Adoro a estabilidade e acho ótimo o conforto do meu Stilo 1.8 8V 2004, que comprei zero. É todo equipado, bem melhor que o Golf que eu tive. Até agora não apresentou muitos problemas, apenas a cobertura do porta-malas, que se soltava quando passava em buraco. Ah, e a alavanca de regulagem de altura do banco, que ficava presa. Penso até em trocá-lo por outro, daqui a algum tempo. Mas dessa vez queria experimentar um 1.8 16V."

Juliana Vargas, 26 anos, empresária, Porto Alegre (RS)

O que eu amo

"O conforto proporcionado tanto para motorista como passageiros. Também adoro meu kit Connect."

Eduardo Aquino, São Paulo (SP)

O que eu odeio

"A suspensão muito macia para um carro que pretende ser um esportivo, caso do meu Abarth."

Marcelo Novelino, Juiz de Fora (MG)

* Reportagem publicada na edição desetembro de 2005 da revista QUATRO RODAS





» FOTOS


Publicidade