QUATRO RODAS - Fiat Marea
Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Corolla
  • Up
  • Logan
  • HB 20
  • Prisma
  • Novo Ka
  • Golf VII
  • Focus
  • Tracker
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | Usado do mês
Fiat Marea
Março 2004

Fiat Marea

Não deixe de pensar nele quando quiser um carro confortável e com um pacote completo de acessórios. Mas olho vivo no motor

Por Ricardo Lopes / fotos: Marco de Bari e Renato Pizzuto
Lista de matérias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

Revender um Marea não é tarefa das mais fáceis. Não tem a liquidez do Civic, a procura do Vectra nem a facilidade de manutenção do Santana. Mas poucos mesclam tão bem preço baixo, nível de equipamentos e design ainda atraente. Lançado em 1998, o ELX 2.0 20V vinha com ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, freio a disco na traseira e som original. Uma comparação que diz tudo: enquanto o Vectra GLS 2.2 2000 custa 26000 reais*, o Marea HLX 2.4 20V sai por 24000 reais* - com ar, airbag e rodas de liga leve, nenhum destes disponíveis de série no Vectra.

Mas calma aí com a empolgação. É sob o capô que as coisas se complicam. A grande inovação do Marea é o seu cinco cilindros de 20 válvulas com variador de fase, dispositivo que melhora o torque em baixas rotações. Tal motor começou com 142 cavalos e, em 1999, ficou com 127. A razão era enquadrá-lo em outra categoria de IPI, baixando assim seu preço na época. Portanto atenção ao comprar um 2.0 20V de 1999 ou 2000. Eles podem tanto ter 142 como 127 cavalos. Como saber? Peça o documento e veja a potência declarada. Para quem busca mais emoção na ponta do acelerador, há o 2.4 20V de 160 cavalos ou o Turbo 2.0 20V de 182 cavalos. Há ainda o quatro cilindros 1.8 16V de 127 cavalos. Não custa lembrar que em 2001 foi feita uma reestilização nas lanternas traseiras.

Cuidado com o óleo do 2.0 20V
A Fiat recomenda a troca aos 10000 quilômetros, mas os mecânicos dizem que o ideal é entre 5000 e 7000, pois o motor seria sensível à gasolina de baixa qualidade. Outro alerta é a troca da correia dentada. Enquanto num Santana o serviço custa em média 168 reais, no Marea sobe para 336 reais, só de mão-de-obra.

A voz do dono - "O carro me agrada muito, pelo design da dianteira e pelo desempenho do motor de 142 cavalos, com bastante apelo esportivo. A suspensão absorve bem as irregularidades, porém transmite um pouco de insegurança nas curvas. As críticas negativas ficam por conta do consumo elevado na cidade (7 km/l) e da falta de itens como bancos elétricos ou computador de bordo. Também falta espaço para os passageiros do banco de trás. Mas é sem dúvida um ótimo carro."
Rodrigo de Quadros Borghetti, 22 anos, Jaciara (MT)

Nós dissemos - "Os pontos obtidos na análise de equipamentos de série (3 para Marea e Civic e 2 para o Vectra) foram somados às médias alcançadas nas três provas na pista (3 para o Vectra, 2 para o Marea e 1 para o Civic). Assim, a soma final apontou um empate, com Marea e Vectra em primeiro lugar. (...) O critério de desempate adotado foi o teste de frenagem. (...) Graças ao seu sistema mais eficiente, o Marea acabou conquistando a vitória nesse quesito."
QUATRO RODAS, Agosto de 1998

Quem garante? - O Marea é o único Fiat que vem com garantia de fábrica por dois anos. Se estiver na dúvida entre o 2001 e o 2002, saiba que a diferença entre eles é de uns 1000 reais. Portanto vale a pena investir mais. Se o carro foi faturado em agosto de 2002, por exemplo, estará coberto até agosto de 2004. Para ter certeza, veja no manual quando começou a valer a garantia e se as revisões obrigatórias estão carimbadas no livreto. Só assim você poderá usufruir de mais alguns meses de garantia de fábrica.


* Reportagem publicada na edição de março de 2004
da revista QUATRO RODAS





» FOTOS


Publicidade