Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Up
  • Onix
  • Duster
  • HB 20
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Golf
  • Focus
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | testes
VW SpaceFox 1.6 Sportline I-Motion
Julho 2010

VW SpaceFox 1.6 Sportline I-Motion

Renovada, a perua derivada do Fox ganha condies de conduzir os fs do gnero de volta marca

Por Paulo Campo Grande | Fotos: Christian Castanho
Lista de matrias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

A VW SpaceFox 2011 pode não ser uma novidade completa, mas é inegável que uma grande expectativa paira sobre ela. Tanto do lado da Volkswagen como do dos fãs de peruas nacionais da marca, desatendidos desde que a Parati entrou em estado vegetativo. E, a julgar pelo desempenho do Fox nas vendas após a última reestilização, ambas as partes têm motivo para otimismo: as alterações, ainda que não tenham sido profundas, resolvem em boa parte antigas restrições do mercado à perua compacta.

Basta um passar de olhos para notar que a SpaceFox mudou consideravelmente em relação a sua antecessora. Além das inéditas lanternas traseiras, a frente e o painel são novos, ainda que sejam os mesmos já apresentados no Fox. E esta é a primeira vez que ela ganha a opção do câmbio automatizado I-Motion, já disponível em outros VW.

Ela ganhou elegância com a nova frente. E o interior parece ser de carro de segmento superior, com a substituição do painel de instrumentos miúdo e de leitura difícil pelo novo, composto de dois mostradores e um visor central. E o que dizer das laterais de portas, que eram de plástico, monocromáticas? Agora elas têm novo design de apliques de tecido. Mas não foi só isso.

Segundo a VW, o desenvolvimento da SpaceFox se guiou, em grande parte, por informações levantadas em pesquisas e em manifestações espontâneas dos proprietários, colhidas pela rede de concessionários, que revelaram os desejos e as necessidades dos consumidores. A chave canivete entre os itens de série, por exemplo, era uma das aspirações dos clientes. Assim como as luzes de seta incorporadas aos retrovisores. Nem todos os pedidos foram atendidos plenamente. Há alguns que vieram na forma de opcionais. É o caso do sensor de estacionamento e do sistema que mantém os faróis acesos depois que o carro foi fechado.

A SpaceFox que se apresenta nesta avaliação aparece em sua melhor configuração. É uma versão topo de linha Sportline I-Motion, que custa 57 500 reais e vem com computador de bordo, sensores crepuscular e de chuva, mesinhas atrás dos bancos dianteiros, rodas de liga leve, duplo airbag e ABS, como itens de série, além de diferentes padrões de revestimentos e detalhes internos. Na versão 1.6 básica que sai por 49 000 reais a maioria dos equipamentos acima é opcional, mas não faltam direção hidráulica, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas, alarme e imobilizador, além daqueles itens pedidos nas pesquisas (chave canivete e retrovisores com sinal de seta), como conteúdo de série. As rodas são de aço, mas os pneus são os mesmos: 195/55 R15.

O primeiro contato com a nova SpaceFox foi uma experiência agradável. Por fora, a perua exibia uma de suas novas cores, prata Vegas, e as rodas esportivas que lembram as do Passat CC. Por dentro, aquele inconfundível cheiro de carro novo.

Entrei na primeira curva com cuidado, como sempre faço com os carros na volta de apresentação na pista de Limeira (SP), mas me surpreendi com o equilíbrio demonstrado pela Space. Como a curva no caso é de 180 graus e tem 200 metros de extensão, segui acelerando até meu pé colar no fundo, e o carro correspondeu sem sair do meu controle. A direção firme me transmitiu segurança – apesar de a carroceria inclinar um pouco, a perua pareceu bastante neutra. Para um pai ou mãe de família, que usa o carro no dia a dia, a suspensão é um pouco dura. Mas, para um jovem que gosta de interagir com o carro, a calibragem do conjunto ficou na medida. A VW diz que a SpaceFox tem uma gama variada de consumidores, que inclui “chefes de família, jovens executivos e esportistas”. De qualquer modo, a versão avaliada I-Motion, equipada com câmbio automatizado, é a mais indicada para o primeiro grupo, formado pelos que valorizam conforto e dispensam doses extras de adrenalina, além daquelas que a agitação do trânsito estimula normalmente.

No que diz respeito ao desempenho, aproveitamos o teste da versão equipada com câmbio manual e confrontamos os resultados da SpaceFox em duas versões: 1.6 e 1.6 I-Motion. Nas provas de aceleração, a manual foi mais rápida, fazendo de 0 a 100 km/h em 12,5 segundos, enquanto a automatizada levou 13,4 segundos. Nos testes de retomadas, com o câmbio I-Motion em Drive trocando as marchas, a automatizada foi embora, enquanto a manual, com a transmissão presa em marchas específicas, ficou para trás. Não poderia ser diferente. Curioso foi notar que não houve variação no consumo de combustível. No ciclo urbano, as duas versões fizeram a média de 7,2 km/l. No rodoviário, tiveram empate técnico com as médias de 9,9 km/l, na versão automatizada, e 10,1 km/l, na manual.

Mecanicamente, a SpaceFox não mudou. Até porque o motor 1.6 VHT, lançado em 2009, chegou a equipar a versão anterior da perua, ao contrário das outras novidades introduzidas agora.




--------------------------------------------------------------------------------


GABARITO

A reestilização da SpaceFox seguiu a nova identidade visual da VW. As lanternas traseiras, principal novidade do modelo, foram inspiradas no novo Touareg (acima), lançado este ano, na Europa.






--------------------------------------------------------------------------------


DIREÇÃO, FREIO E SUSPENSÃO
A direção é firme e precisa. A suspensão tem uma calibragem quase esportiva (dura). Os freios atuam com segurança.
★★★

MOTOR E CÂMBIO
O câmbio automatizado é mais lento que o manual, mas, em compensação, mais confortável. O cumpre seu papel com competência.
★★★★

CARROCERIA
A reestilização fez muito bem ao modelo, por fora e por dentro.
★★★★

VIDA A BORDO
A SpaceFox é um carro bom de conviver. Tem espaço para uma família pequena, é bem equipada e conta com recursos interessantes como o banco traseiro deslizante.
★★★★

SEGURANÇA
Duplo airbag e ABS são itens de série na versão Sportline.
★★★★

SEU BOLSO
Ela tem boa relação preço/equipamento e baixo custo de manutenção.
★★★






--------------------------------------------------------------------------------


VEREDICTO

Para quem gosta de carros completos, esta é a versão mais indicada. Sai de fábrica com duplo airbag e ABS, de série, além do câmbio automatizado.





» FOTOS


Publicidade