Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Sandero
  • Vezel
  • Novo Fox
  • Duster
  • HB 20
  • Golf
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Saveiro cab dupla
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | testes
Volkswagen Saveiro 1.6 Trooper
Setembro 2009

Volkswagen Saveiro 1.6 Trooper

Com a nova geração, a picape quer recuperar o tempo e o mercado perdidos

Por Péricles Malheiros | Fotos: Christian castanho
Lista de matérias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

No fim dos anos 80, todo jovem queria uma Saveiro e, ao lado do Gol, ela ganhou fama de “carro de boy”. Com o tempo, a moda esfriou, a concorrência cresceu, o Gol seguiu vendendo como pão quente e a picape entrou em ritmo de calmaria, deixou de ser vista como um modelo de passeio alternativo para uso no dia a dia. A Volks quer resgatar o prestígio de outrora e lança, em setembro, a nova Saveiro, com cabines simples e estendida, baseada no Gol G5. Escolhemos a versão topo-delinha, Trooper, para apresentar a nova geração.

> ASSISTA AO VÍDEO COM A NOVA SAVEIRO

Na dianteira, surpresa zero – e nem poderia ser diferente: a Saveiro é idêntica ao Gol. Estão no perfil e na traseira as grandes novidades. Diferentemente da geração anterior, que utilizava as pequenas portas do Gol quatro-portas, a picape ganhou folhas maiores e exclusivas. Isso por ora, pois serão adotadas no novo Gol duas-portas, que deve estrear ainda este ano.

A Saveiro chega logo com três versões: 1.6 (sem sobrenome, como o Gol), Trend e Trooper. A primeira leva a simplicidade ao extremo e por isso será mais destinada ao uso comercial. Tem rodas sem calotas e para-choques e grade “no plástico”, sem pintura. A Trend é a intermediária, mas deve ser encarada como “básica-não-comercial” para evitar decepções. Traz diversos itens estéticos inexistentes na 1.6, como calotas, para-choques pintados, cromados no interior, grade na janela traseira, faróis de parábola dupla, santantônio, porta-objetos, tecido nos painéis de porta e acabamento plástico do freio de mão e nas laterais dos bancos. Parece muito, mas é o mínimo – ou menos que isso. Os “moderníssimos” brake-light, ar quente, alça de segurança no teto e temporizador do limpador de para-brisa estão na lista de opcionais da Trend.

A Trooper já nasce com faróis e lanterna de neblina, direção hidráulica, computador de bordo, janela traseira corrediça e ajuste de altura e profundidade do volante. Roda de aço aro 15 com pneu 205/60 pintada de cinza-escuro, farol com máscara negra e adesivo preto na coluna B são exclusivos da topo-de-linha. Na tampa traseira, um adesivo com o nome Saveiro diferencia a Trooper da 1.6 e da Trend, nas quais a identificação é convencional, com letras cromadas.

A escolha entre a cabine simples e a estendida depende do uso. A primeira leva 108 litros de bagagem atrás dos bancos e 924 na caçamba, enquanto a segunda divide o espaço em 300/734 litros. Ou seja, a extensão da cabine abriga um volume maior de bagagem que os 285 litros do porta-malas do Gol. Na apresentação da Saveiro, Luiz Alberto Veiga, chefe de design da Volkswagen no Brasil, fez questão de ressaltar: “Simplicidade e antidecorismo nortearam o projeto. Não existe forma sem função, uma prática que sempre leva ao envelhecimento precoce do veículo”. Não deu nome aos bois, mas estava se referindo à Fiat e suas Strada Trekking e Adventure. O santantônio, segundo Veiga, não está lá apenas por enfeite. “Além de servir como apoio de cargas longas, a peça deflete o ar de modo a melhorar a aerodinâmica e o conforto acústico”, diz.

Efeito tambor
Até na capota marítima vendida como opcional é possível perceber a preocupação dos engenheiros em proteger a cabine dos ruídos: ela tem duas tiras internas de velcro que se prendem a uma das barras transversais para eliminar o efeito tambor causado pelo vento ao rodar em alta velocidade. Rodando a 100 km/h, a medida resultou em uma redução de quase 3 decibéis, segundo a VW.

No breve contato que tivemos com a nova Saveiro, ficou claro um acerto de suspensão mais para carro e menos para utilitário. O conjunto dianteiro é basicamente o do Gol, que por sua vez é o do novo Polo europeu. Trabalhará em parceria com um sistema traseiro completamente novo, concebido exclusivamente para a Saveiro. Kai Hohmann, gerente de desenvolvimento, diz: “O eixo traseiro, herdado do Golf, teve uma parte redesenhada para receber molas helicoidais tipo barril, de ação progressiva, num conceito muito parecido com o aplicado na van Caravelle. Os batentes são do Passat”. As medidas, de acordo com Hohmann, visaram dar à Saveiro o melhor compromisso de rodagem vazia e com carga máxima, no asfalto e fora dele.

Na pista, a picape se mostrou confortável e com menos tendência a jogar a traseira que a geração anterior. A Trooper cedida para teste tinha todos os opcionais e isso incluía o ABS, que lhe garantiu frenagens tão boas quanto as do Gol testado em julho de 2008, mesmo pesando um pouco mais: 1 035 kg contra 944 kg. Todas as versões serão equipadas com o mesmo motor 1.6 8V flex de 104/101 cv.

De novo, a Volkswagen apresenta o carro e esconde seu preço, dificultando nossa tarefa de dizer se ele vale a pena ou não. Só nos resta, então, fazer uma estimativa. Vamos às apostas: 32 000 reais a 1.6, 34 500 a Trend e 39 000 a Trooper, todas com cabine simples – para a estendida, some outros 2 500 reais.

Renovada, a Saveiro 2010 sai em busca do tempo – e da liderança no segmento – perdido e parte para cima de Montana e Strada, as atuais best-sellers entre as picapes pequenas.



MENU VARIADO 


Quando você optar pela Saveiro com cabine simples (foto acima), saiba que não poderá contar com alguns itens que estão disponíveis (de série ou opcionalmente) apenas na versão com cabine estendida. São eles: rack longitudinal de teto, cintos de segurança com regulagem de altura, ganchos na coluna B e revestimento de carpete e plástico na parede divisória entre a cabine e a caçamba. Em nosso primeiro contato com a Saveiro, a Volkswagen não autorizou o teste com a cabine simples, restringindo sua apresentação a uma demonstração estática. Deu para notar, no entanto, que a cabine está mais espaçosa que a antiga – mérito do Gol, que emprestou à nova Saveiro sua bem resolvida dianteira. A diferença no visual entre as versões 1.6 (foto abaixo) e Trooper é radical. Mecanicamente, elas são idênticas.





» FOTOS


Publicidade