Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Up
  • Onix
  • Duster
  • HB 20
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Golf
  • Focus
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | testes
Ford Fusion Hybrid
Janeiro 2011

Ford Fusion Hybrid

Com a ajuda do motor eltrico, o Fusion Hybrid um carro que consome como um carrinho

Por Gustavo Henrique Ruffo | Fotos: Marcos Camargo
Lista de matrias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

Quando a Ford apresentou o Fusion 2010 no Brasil, em maio de 2009, sua verso hbrida j havia rodado 2 326,6 km nos EUA com apenas um tanque, de 66 litros. O feito pode ser creditado ao trabalho conjunto do motor eltrico e do movido a gasolina. Na poca, o Hybrid era apenas uma possibilidade para o pas. Agora ele realidade. Ser oferecido por aqui na verso mais completa, por 133 900 reais.

O primeiro contato com o hbrido merece descrio. Ao abrir a porta, o painel, com o velocmetro no centro e duas telas de 4,3 polegadas de cada lado, d as boas-vindas. Com a chave no contato, os monitores se configuram para um dos quatro modos escolhidos pelo motorista. O primeiro Inform (informar), que mostra a temperatura do motor, a posio do cmbio, o computador de bordo e o nvel da bateria e do tanque de combustvel. Depois vem o Enlighten (esclarecer), que traz as mesmas informaes da anterior mais o conta-giros e o consumo instantneo. O terceiro nvel, Engage (comprometer), substitui o conta-giros por um quadro da interao entre os dois motores, mostra a atuao da frenagem regenerativa, no quadro da carga da bateria, e traz o EcoGuide, que revela se a conduo est sendo econmica de um modo ldico, com folhas que vo crescendo ou sumindo, dependendo do p, ou mais analtico, com barras. O ltimo chamado de Enpower (autorizar), que inclui um quadro de consumo de energia pelos acessrios do carro. No toa, esse quadro chamado de SmartGauge, algo como painel inteligente.

Depois de escolher o melhor modo de interagir com o carro, cabe ao motorista girar a chave. No vem ronco nenhum. S uma luz-espia verde, com um carrinho e uma seta de duas pontas, uma para cada lado, indica que o carro j pode rodar. Basta colocar o cmbio e-CVT em D ou em R e acelerar. Quem move o Hybrid o motor eltrico. Silenciosamente.

A escolha da verso mostra que a Ford no naturalizou seu hbrido mexicano por aqui para prometer economia. H vrios nveis de acabamento do Hybrid, de 28 100 dlares a 32 860 dlares. Se tivesse optado por trazer o mais barato, a empresa poderia vend-lo no Brasil ao mesmo preo cobrado pela verso V6, que custa 28 265 dlares nos EUA e, aqui, vendida a 103 360 reais no modelo 2011 (107 360 reais com teto solar). S que isso traria dois problemas: a canibalizao da verso V6 pela Hybrid ou a recusa do consumidor em comprar o Hybrid por ele trazer menos equipamentos que o V6. Fica fcil entender por que a Ford optou pelo Hybrid mais completo, que j vem com sistema de som Sony, teto solar eltrico, o Sync, desenvolvido pela Microsoft, que integra ao som tela sensvel ao toque, Bluetooth e comando por voz, Blind Spot Monitoring e Cross Traffic Alert, que ajudam o motorista a evitar choques com tudo que est fora de seu campo de viso.

Se custasse menos, o Hybrid se pagaria mais rpido e com quilometragem mais baixa. Segundo nossos testes, ele faz 11,8 km/l na cidade. o mesmo nmero obtido pelo Hyundai Sonata na estrada e melhor que o Chery Face, que fez 11 km/l na cidade. Em circuito rodovirio, o novo Fusion conseguiu apenas 13,3 km/l. Menos do que o 2.5 SEL obteve em nosso teste na edio de junho de 2009, 14,3 km/l. Com o litro da gasolina em 2,60 reais, o custo por quilmetro rodado do Hybrid de 0,22 real na cidade e 0,20 real na estrada. O do 2.5 SEL fica, respectivamente, em 0,29 real e 0,18 real. Com isso, o hbrido da Ford teria de rodar 730 245 km na cidade para compensar a diferena de preo para o Fusion 2.5 SEL a gasolina. Na estrada, ele no a compensaria.

A explicao para isso est na prpria concepo do sistema hbrido. O do Fusion o srie-paralelo, tambm chamado de modo pleno. Nele, tanto o motor a combusto, de ciclo Atkinson (mais eficiente que o usado no Fusion 2.5), quanto o eltrico podem atuar na trao. Isso quando eles no agem juntos, o que ocorre nas aceleraes fortes, graas ao cmbio continuamente varivel com propulsor eltrico integrado. Seu maior ganho na cidade, no na estrada. A frenagem regenerativa, que tambm melhora o consumo, mais presente no para e anda das cidades. Acima de 75 km/h, o motor a combusto sustenta a velocidade praticamente sozinho. Ao eltrico cabem a marcha r, com exclusividade, e a sada.

Em nosso teste, a melhor tomada de acelerao de 0 a 100 km/h foi em 10,2 segundos. Tambm foi a primeira, mas o tempo piorava a cada passagem. Assim como o nvel da bateria. A justificativa que o motor eltrico tinha menos carga a cada tomada, diminuindo sua ajuda ao motor comum. E ela grande: pode chegar a picos de 35 cv e 22,9 mkgf.

O Fusion Hybrid no um carro de volume, mas de imagem. Mesmo nos Estados Unidos, onde foram vendidas, de janeiro a agosto deste ano, 145 663 unidades do Fusion, contando todas as suas verses. Dessas, 11 594 foram do Fusion Hybrid, ou 8% das vendas. No Brasil, onde ele vendeu este ano uma mdia de 830 unidades por ms, isso representaria 66 Fusion Hybrid por ms, uma meta possvel.

O real benefcio que essa verso oferece destacar seu motorista como algum preocupado com questes ambientais, ainda que sem abrir mo do espao e do conforto para isso. Talvez s do espao, j que a bateria tira 150 litros do porta-malas de 530 litros. essa juno de propostas to distintas que deve torn-lo atraente ao pblico. Possivelmente alm dos 8% que ele vende nos EUA.



VEREDICTO

Quem no quer gastar muito no posto, mas tambm no quer um carro apertado e no espera recuperar a diferena de investimento pelos prximos 730 245 km, tem no novo Ford Fusion Hybrid uma tima opo.





» FOTOS


Publicidade