Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Up
  • Onix
  • Duster
  • HB 20
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Golf
  • Focus
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | testes
VW Jetta Variant 2.5
Abril 2008

VW Jetta Variant 2.5

A Jetta Variant ocupa o vale que ficava entre a SpaceFox e a perua Passat, na linha VW

Por PAULO CAMPO GRANDE | FOTOS MARCO DE BARI
Lista de matérias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

Quem buscava uma perua na linha Volkswagen, depois de Parati (de 38 710 a 46 660 reais) e SpaceFox (de 47 480 a 51 390 reais), pulava direto para a Passat Variant alemã. Um salto de nada menos que 75 560 reais, considerando a versão mais completa da SpaceFox e a básica da perua Passat, que custa 126 950 reais. A partir de agora, a família ganha a Jetta Variant, uma opção que ocupa a faixa de preço intermediária entre SpaceFox e Passat, um segmento (o das peruas médias) que cresceu 76% no ano passado. A Jetta Variant chega oito meses após seu lançamento na Europa e desembarca aqui ao preço de 91 940 reais, trazida pelos ventos da isenção tributária resultante do acordo comercial entre Brasil e México, país de origem da nossa Jetta Variant.

Pelo porte, a perua Jetta tem como concorrentes Peugeot 307 SW, Renault Grand Tour e Toyota Fielder (sobre a Fielder, leia mais na avaliação do Corolla na pág. 60). Mas, se o critério for preço, a Jetta está sozinha no mercado: todas as rivais custam menos, até mesmo a 307 importada da França, que é vendida por 71 990 reais. A Volkswagen espera comercializar cerca de 400 unidades por mês da nova perua, ou seja, 100 unidades a menos que o volume do sedã Jetta, com a média de 500 unidades/mês.

Peruas oferecem mais espaço para a bagagem, mas no caso da linha Jetta fazem-se necessárias algumas considerações - até porque, em condições normais de uso, o porta-malas do sedã tem 22 litros a mais que o da perua. Isso mesmo: respeitando o limite da área envidraçada, a perua leva 505 litros de bagagem, enquanto o sedã transporta 527 litros, segundo a fábrica. A vantagem da perua é a mobilidade dos bancos, que pode elevar o espaço para 1 495 litros. Com o encosto traseiro rebaixado, forma-se uma área de 1,29 metro de largura por 1,74 de comprimento.

Lanterna pálida
Ao contrário do que se esperava, a VW abandonou as lanternas duplas (com elementos circulares), presentes no sedã e também na perua Passat. Seus projetistas criaram uma traseira mais simples, com design comum e previsível. As lanternas ocupam apenas os cantos da carroceria, deixando a tampa traseira com uma ampla superfície lisa, disfarçada por vincos na lataria e acompanhada por um tímido emblema "VW", de tamanho menor que o habitual nos carros da marca. Nem parece que o responsável pelo design da Jetta Variant é o mesmo Walter de'Silva, designer-chefe de todas as marcas do grupo VW, que recentemente nos brindou com o belo cupê Audi A5. A Volks diz que o departamento de design quis manter um "forte elo" com a Passat Variant, "mas sem comprometer a própria identidade" da perua Jetta. Conseguiu.

Na dianteira, a perua é igual ao sedã, assim como no interior e no conteúdo. A Jetta conta com o mesmo motor 2.5, de cinco cilindros e 20 válvulas, que rende 170 cv, e o câmbio seqüencial de seis marchas. A Jetta Variant pesa tanto quanto o Jetta sedã, que é 3 kg mais pesado. São 1 469 contra 1 466 kg. Como era previsível - com o mesmo equipamento e peso -, o desempenho da perua ficou bem próximo ao do sedã, testado na edição de dezembro de 2007. Nas provas de 0 a 100 km/h, por exemplo, a perua acelerou em 10,3 segundos e o sedã em 10,2 segundos. Em relação ao consumo, a perua ficou com as médias de 7,4 km/l na cidade e 10,7 km/l na estrada, e o Jetta sedã obteve 7,8 e 11,2 km/l, respectivamente.

A Jetta Variant também traz direção com assistência elétrica, mais precisa e rápida que a hidráulica (e mais econômica, por não depender do motor), suspensão multilink na traseira, que melhora a dirigibilidade por ajudar a manter as rodas em contato com o piso, e os dispositivos eletrônicos de segurança, como ABS, ASR e ESP. Os únicos opcionais são teto solar, faróis de xenônio e bancos de couro.

Dinamicamente, a perua se comporta como o sedã. A suspensão é firme - um pouco desconfortável, ao transmitir os impactos dos pneus contra emendas no asfalto. Nas curvas, a Jetta se mantém neutra, saindo (de frente) se levada ao limite da aderência. Mas a correção é fácil. Basta aliviar o pé do acelerador.

Contrariando a tendência de algumas fábricas oferecerem os carros apenas nas cores preto e prata, a Jetta Variant se apresenta em nove opções de cor: branco, cinza, verde, bege e azul (dois tons), além de prata e preto (dois tons). Quem queria uma perua VW, e achava a SpaceFox pequena e a Passat Variant grande, agora já tem opção.


VARIANT - R$ 91 940
A versão básica já chega equipada com airbags, ABS, ar-condicionado, sistema de som e câmbio automático.

DIREÇÃO, FREIO E SUSPENSÃO
A direção é firme e a suspensão, equilibrada, embora seja um pouco desconfortável. Os freios são bem eficientes.

[img01]

 

MOTOR E CÂMBIO
A transmissão de seis marchas sabe aproveitar o ótimo fôlego do motor.

[img02]

 

CARROCERIA
A carroceria é firme como a do sedã. Mas a traseira ficou com um design simples e previsível.

[img03]

 

VIDA A BORDO
A cabine oferece conforto e seu acabamento é de boa qualidade.

[img04]

 

SEGURANÇA
ABS, ASR, ESP e seis airbags são itens de série.

[img05]

 

SEU BOLSO
A fábrica anuncia três anos de garantia. Mas é um ano de "garantia total" e mais dois apenas para "motor e câmbio".

[img06]

 

 

VISIBILIDADE

Pontos cegos
A parte escura representa a área que o motorista não enxerga em manobras ou em movimento


AS RIVAIS


- Peugeot 307 SW
É importada da França, tem motor 2.0 de 143 cv e sai por 71 990 reais.


- Renault Grand Tour
Fabricada no Brasil, custa 69 400 reais na versão 2.0 Dynamique, com 138 cv.

VEREDICTO
A Jetta Variant tem tudo de bom que o sedã oferece - equipamentos, construção e dirigibilidade -, mais a carroceria de perua, para quem gosta ou quer um carro familiar. Ela custa menos que a perua Passat, mas é cara se comparada a outras peruas à venda no mercado.





» FOTOS


Publicidade