Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Up
  • Onix
  • Duster
  • HB 20
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Golf
  • Focus
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | testes
Peugeot 206 1.0 16V
Julho 2001

Peugeot 206 1.0 16V

Produzido no pas, o Peugeot 206 chega com muito estilo e pouco preo. o 1.0 16V mais barato do mercado.

Por Paulo Campo Grande / Fotos: Marco de Bari
Lista de matrias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

Pode-se dizer que o Peugeot 206 um velho conhecido dos brasileiros. O modelo chegou por aqui em maro de 1999, vindo da Argentina, com motor 1.6. Em pouco tempo, tornou-se o sonho de consumo de muitos motoristas. Suas virtudes eram, e ainda so, o design e o preo convidativo. Durante dois anos, e com mais de 20000 unidades vendidas, o 206 circulou no Brasil com passaporte do pas vizinho. Mas, agora, est sendo produzido na fbrica do Grupo PSA Peugeot Citron, em Porto Real, no Rio de Janeiro. Equipado com motor 1.0 16V, o 206 cruzou a fronteira e ganhou cidadania local. a mais nova opo do mercado no segmento dos carros 1.0. Na bagagem traz a mesma receita de sucesso do 1.6, que continua a ser importado. Sua verso mais simples, a Selection de trs portas, custa 17990 reais.

Ele o 1.0 16V mais barato do mercado. O lder Gol 1.0 Plus 16V est tabelado em 19306 reais e o Palio ELX 1.0 16V vendido por 20235 reais. Na disputa caseira com o tambm francs de origem Clio, o 206 leva vantagem. O Clio RN 1.0 16V custa 19490 reais. O 206 1.0 16V chega s quarenta concessionrias da marca no pas em trs verses de acabamento: Selection, Selection Pack e Soleil. A verso testada por QUATRO RODAS foi a Selection Pack, cinco portas, que custa por 19290 reais. A mais cara, a Soleil, tem preo sugerido de 20390 reais.

Externamente, o que mais chama a ateno no 206 so as linhas que partem do centro da carroceria, na dianteira, e se projetam para a traseira e para as laterais. Esse desenho sugere agressividade e uma boa aerodinmica. De fato, o coeficiente aerodinmico (cx) do Peugeot melhor que o de concorrentes como o Gol. Segundo as fbricas, o cx do 206 de 0,32 e o do Gol de 0,34. Quanto maior esse ndice, pior a aerodinmica. A grade dianteira do 206, ladeada pelos faris, lembra um felino, uma referncia ao leo que a marca registrada da Peugeot.

No interior, o design segue o feitio externo. O estilo bem cuidado. Os mostradores redondos e o volante de trs raios conferem um ar esportivo ao carro. Com exceo do tecido que reveste os bancos, muito simples, os materiais de acabamento transmitem a sensao de boa qualidade. Mesmo na verso bsica, o 206 nacional conta com um bom pacote de equipamentos de srie. Assim como o 206 argentino, ele vem com pra-choques pintados na cor da carroceria, brake-light e lanterna traseira com luz de neblina. Internamente, possui volante com regulagem de altura, conta-giros, tomada de 12 volts, ajuste de altura do facho dos faris e filtro de plen para o sistema de ventilao. Sente-se falta da direo hidrulica nas verses Selection, para a qual no disponvel, e Selection Pack, onde s entra como opcional. Em qualquer padro de acabamento, o ar-condicionado, os airbags para o motorista e o passageiro e os vidros e travas eltricos so opcionais. Segundo o diretor de marketing da Peugeot, Guillaume Couzy, "o consumidor dos 1.0 busca preo, design e economia de combustvel e na manuteno". Preo e design o 206 j mostrou que tem. Em relao economia, a Peugeot aposta no novo motor e no sistema de atendimento ps-venda que organizou para toda a sua linha. Esse sistema estabelece preos fixos para as revises. Assim, desde o momento da compra do carro, o cliente sabe quanto ir pagar por elas. Os valores incluem mo-de-obra, peas e insumos como leo. Segundo a Peugeot, o preo mdio da hora de mo-de-obra em sua rede de 40 reais, enquanto a mdia das outras marcas nacionais gira em torno de 70 reais.
Na pista de testes de QUATRO RODAS, o 206 1.0 16V apresentou nveis de consumo e de performance compatveis com os do segmento. Nas simulaes de trnsito urbano, o 206 fez a mdia de 9,12 km/l e, nas de uso rodovirio, 15,52 km/l. Nas provas de acelerao, retomada, frenagem e velocidade mxima, no houve surpresas. O 206 acelerou de 0 a 100 km/h em 18,10 s; retomou de 40 a 80 km/h, em terceira marcha, em 10,68 s e freou de 80 a 0 km/h em 33,41 m. A mxima foi de 148,1 km/h.

Mesmo com o desempenho semelhante ao dos seus pares, o hatchback mostrou particularidades. O 206 possui caractersticas prprias, que acompanham os carros da linha Peugeot, como o conforto e a suavidade nas reaes. E isso, apesar de, em alguns aspectos, a empresa tentar adequar o comportamento do carro ao jeito de o brasileiro dirigir. Essa adaptao ocorreu, por exemplo, no mapeamento do motor. "O brasileiro gosta de respostas rpidas, por isso deixamos que o motor se apresentasse assim", afirma o gerente tcnico da Peugeot, Juan Maciel. Conforme o especialista, isso no quer dizer, porm, que o motor tenha reaes brutas. "Pelos padres Peugeot as repostas devem ser crescentes e suaves, mesmo que rpidas", diz. Em relao ao motor, houve um trabalho adicional, para deix-lo compatvel com o perfil da marca. Isso porque o motor 1.0 16V do 206 o mesmo que equipa o Renault Clio. fornecido pela empresa rival. As mudanas na programao eletrnica ajudaram nesse sentido, mas o trabalho no ficou s nisso. O motor ganhou crter de alumnio, coletor de admisso com novo desenho e caixa de cmbio especfica para o modelo.

Em alguns pontos, como no cmbio, no houve concesses. Isso se revela no escalonamento das velocidades, que no 206 mais longo que no Clio. E nos engates das marchas, que so muito longos. O deslocamento da alavanca um dos mais suaves e leves do mercado, mas o motorista precisa conduzir os engates. Nesse caso, h uma ntida demonstrao da preocupao com o conforto, em detrimento da agilidade valorizada pelo brasileiro. De acordo com Guillaume Couzy, o conforto item obrigatrio. Ainda que em um veculo pequeno como o 206. Ao volante do Peugeot, o motorista tem espao suficiente para se movimentar e uma boa visibilidade (para a frente e para trs). Os instrumentos esto bem dispostos e o volante, a manopla do cmbio e as alavancas do freio e do indicador de direo possuem formato anatmico.
Quem viaja atrs no tem o mesmo conforto que o motorista. Mas o banco do 206 possui a mesma largura que o do Palio, por exemplo. Em relao ao porta-malas, o 206 menor que os concorrentes Gol, Palio e Clio.

Ao final da avaliao, o saldo foi positivo. Os projetistas franceses conseguiram fazer um carro gostoso de dirigir, gil e bom de curvas. Sem dvida um bom comeo para a marca, que tem planos ambiciosos no pas. No incio de 2002, a Peugeot inaugura uma nova fbrica no Rio de Janeiro, onde ir produzir motores 1.6 16V. Com a chegada do 206 1.0 16V, a nica baixa a do 106, que deixa de ser importado. O incio da produo do 206, no entanto, ter um ritmo lento. A fbrica vai montar apenas 12000 unidades at o final do ano. Para atender a procura inicial, a Peugeot do Brasil pensa em pedir auxlio Argentina, que poderia produzir mais 5000 unidades do 1.0 16V, especialmente para o mercado brasileiro. Essa verso seria, por assim dizer, um cidado com dupla cidadania.

A dinastia dos 200 est na sexta gerao
O 201 foi o primeiro Peugeot identificado por trs dgitos. O primeiro algarismo indica o porte do carro. O 2 fica entre o pequeno 1 e o mdio 3. O terceiro indica a gerao da srie. O 206 a sexta. E o 0, ao contrrio do que diz a lenda, no se deve ao orifcio por onde se introduzia a manivela para dar a partida ao motor. O zero serve apenas de "articulao" entre os outros dois nmeros, conforme a verso oficial da fbrica. A Peugeot patenteou essa nomenclatura.

Ficha tcnica

Motor e cmbio
Motor - Dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha,
16 vlvulas
Cilindrada - 999 cm3
Dimetro por curso - 69,0 x 66,8 mm
Taxa de compresso - 10,0:1

Potncia - 70,07 cv/litro
Torque - 9,5 kgfm a 4 200 rpm
Cmbio - Automtico seqencial de 5 marchas
Trao - Diantera

Cmbio
Manual de 5 marchas, trao dianteira.
1a
- 3,45:1
2a - 1,87:1
3a - 1,28:1
4a - 0,95:1
5a - 0,74:1
R - 3,63:1
Diferencial - 5,07:1
Rotaes a 100 km/h em 5a - 3 500 rpm


Carroceria
Hatchback, 5 portas, 5 lugares
Tanque - 50 litros
Porta-malas - 233 litros
Peso - 937 kg
Peso x potncia -
13,38 kg/cv

Suspenso
Independente, com amortecedores hidrulicos
Dianteira
- tipo pseudoMcPherson, com molas helicoidais
Traseira -Semi-horizontal, com barras de toro transversais


Freios
Discos na dianteira e tambores na traseira

Direo
Tipo pinho e cremalheira

Rodas e pneus
Ao estampado, Pirelli 175/65 R14

Principais equipamentos de srie
Brake-light, chave codificada, cintos de segurana dianteiros pr-tensionados, conta-giros, faris com regulagem de altura, lanterma traseira de neblina, alarme de chave no contato, alarme de luzes acesas, coluna de direo com ajuste de altura, filtro de plen, tomada 12V, pra-choques na cor da carroceria e desembaador e limpador do vidro traseiro


Principais equipamentos opcionais
Duplo airbag, ar-condicionado, direo hidrulica e vidros e travas eltricos


Preo
R$ 19 290

Condies do teste
Temperatura mdia no dia - 25 C
Presso atmosfrica - 767 mm/Hg
Umidade relativa do ar - 47%
Altitude - 660m


A mn. 86 / mx. 107
B mn. 60 / mx. 81
C diant. 95 / tras. 93
D diant. 128 / tras. 123
Medida mnima com o banco avanado. Mxima com o banco recuado. Medidas em centmetros






Publicidade