Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Corolla
  • Up
  • Logan
  • HB 20
  • Prisma
  • Novo Ka
  • Golf VII
  • Focus
  • Tracker
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | testes
Nissan Frontier CD 4x4 SE
Junho 2002

Nissan Frontier CD 4x4 SE

Agora fabricada no Brasil, a Nissan Frontier vem cheia de qualidades com uns defeitos como carga extra

Por Luiz Guerrero / Fotos: Marco de Bari
Lista de matrias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

Coloquem-se lado a lado a Ford Ranger, a Chevrolet S10 e a recm-lanada Nissan Frontier, em sua estria como picape nacional. Apesar de ser mais estreita e mais curta que as rivais, a Frontier d a ntida impresso de ter o maior porte. A sensao aumenta se olharmos apenas para a frente das trs. Como se v, as aparncias enganam. Mais do que isso. Para a Nissan, as aparncias vendem. A marca japonesa aposta no desenho agressivo da Frontier, seu primeiro produto a sair da fbrica de So Jos dos Pinhais (PR),
para ser bem-sucedida no mercado brasileiro. Na primeira fornada, com produo prevista de 4500 carros este ano, s sero montadas cabines duplas 4x2 e 4x4 com dois tipos de acabamento, XE e o mais luxuoso SE, todas com motor MWM a diesel de 132 cavalos igual ao da S10.

Alm das linhas externas, existe um recurso ainda mais eficiente para ganhar o consumidor, mas ele - o preo - no havia sido definido pela Nissan at o fechamento desta edio. Cautelosos no desembarque, os executivos da montadora afirmavam apenas que a linha custar entre 50000 e 70000 reais, a mesma faixa das lderes de mercado. Apesar do mistrio monetrio, o que vimos da Frontier aponta para uma carreira promissora. A picape tem qualidades que podem incomodar a tranqila hegemonia da dupla S10 e Ranger.

O Nissan que chega neste ms foi inspirado no modelo lanado em 2000 nos Estados Unidos e tem como base a cabine dupla antiga. A verso tambm era fabricada no Japo, de onde vinha para o mercado brasileiro. A reestilizao ficou a cargo da equipe de Thomas Semple, do Nissan Design America, estdio que a marca mantm na Califrnia. Do mesmo lugar saiu o cup Z,que, inspirado no Datsun 240Z, passou de prottipo a carro de srie em menos de um ano. No por acaso, a Frontier tambm tem aparncia de prottipo - impresso reforada pelos rebites de efeito meramente esttico que decoram o centro do pra-choque. Por fora, a maior diferena entre a picape americana e a brasileira a entrada de ar no alto da tampa do motor da nacional, recurso que tanto serve para ajudar na refrigerao do quatro cilindros quanto para realar a pretendida vocao de pau para toda obra da picape.

O que d Frontier a agressividade ausente nas outras picapes nacionais a imponente frente alta e achatada. Toda a parte frontal dominada pelo pra-choque com dois ressaltos verticais, que emolduram o radiador e formam um poderoso captador de ar. Os faris quase quadrados esto instalados em posio elevada e se destacam pelas duas salincias redondas onde ficam as luzes de posio e as de direo. Opa, surge o primeiro seno: o regulador de altura do facho, dispositivo til em um veculo feito para levar carga pesada, no est disponvel nem como opcional. Na verso SE, mais completa, os faris de neblina circulares fixados nas extremidades do pra-choque esto includos no preo (nas picapes bsicas, no vm nem como opcionais).

A dianteira impe respeito. Mas a lateral... O perfil basicamente o mesmo da antiga Frontier, com suas colunas quase retas e o teto plano. O mximo de arrojo no desenho so os arcos dos pra-lamas, agora mais salientes e decorados com parafusos de fixao mostra. Eles formam um belo acompanhamento para os pneus Bridgestone 265/70, os mais largos da categoria. Na verso SE, molduras e pra-choque dianteiro so pintados na cor da carroceria e na XE, bsica, vm em preto fosco.

A julgar pelas linhas, a turma mais conservadora do estdio de
design ganhou a misso de desenhar a traseira. O nico ponto que merece ateno, mais pela utilidade que pelo estilo, o suporte plstico, sempre em preto, no centro da tampa. A pea embute a fechadura da tampa, um recurso indito neste tipo de veculo mas de relativa serventia - um espelho no pra-sol do motorista seria mais til. As lanternas verticais apenas cumprem a funo. Junto com a terceira luz de freio no teto, iluminam bem a traseira. Mas tm desenho que destoa das ousadas luzes dianteiras. Nenhum arrojo igualmente no pra-choque, formado por uma pea de cor metlica com apoio antiderrapante. A caamba tem bom volume e rea til: perde para a da Ranger em comprimento (143 ante 146 centmetros), mas ganha das concorrentes em largura e em profundidade. Para quem precisa do carro para levar cargas (a capacidade de 1045 quilos), sobra espao. Uns ganchos de amarrao mais eficientes viriam a calhar.

Para quem gosta de enfiar picape nos buracos da vida, uma boa notcia. A Frontier tem 32 graus de ngulo de entrada, 24 graus de sada e 21,8 centmetros de altura do solo. O dono da Ranger deve se contentar com, respectivamente, 29 e 24 graus e 20 centmetros. Na S10, fica-se com 26 e 22 graus e 16 centmetros. H outras vantagens para a Frontier. Ela mais estvel rodando no fora-de-estrada e no asfalto. A Ranger trepida demais e a S10 flutua de maneira incmoda. Na Nissan, a suspenso, independente com braos triangulares na frente e eixo rgido na traseira, segue a mesma frmula da S10 mas mais bem calibrada.

Os bancos seguram bem o corpo e fcil acertar a posio do volante, que vem com regulagem de altura na coluna de srie. A visibilidade tima, ajudada pelas colunas estreitas. verdade que a ergonomia dos instrumentos podia ser melhor, mas em compensao ningum se assusta numa curva mais fechada. Em suma, um motorista tpico de picape nacional ganha um tratamento ao qual no est acostumado a receber todo dia. A vantagem da Frontier seria maior se no fosse o cmbio comandado por uma alavanca mal localizada, distante do motorista e que ainda vem com folga, o que torna os engates difceis e imprecisos. Todas as verses 4x4 sairo, a princpio, com seletor de trao manual (na Ranger e na S10 a seleo feita por botes no painel) e com diferencial traseiro de escorregamento limitado, recurso que transfere a fora do motor para a roda com melhor condio de trao.

Nem a aparente robustez do conjunto de transmisso permitiu que a embreagem suportasse as exigncias de uma sesso de fotos. Depois de escalar algumas vezes uma rampa pouco inclinada com a trao acionada, tarefa tranqila para uma picape, a Frontier pediu gua, com a embreagem queimada. Em poucas horas, a montadora mandou um engenheiro e um tcnico correrem para So Paulo a fim de examinar a origem do problema. O carro foi levado de caminho de volta fbrica, mas at o fechamento desta edio a Nissan no tinha apresentado explicao.

A Frontier perde em nvel de rudo, evidncia de que a vedao acstica do modelo brasileiro no foi bem resolvida. O motor quatro cilindros turbodiesel o mesmo da S10, que 35 quilos mais leve. O MWM Sprint de trs vlvulas por cilindro vale pelo bom torque de 34,7 kgfm a partir dos 1800 giros e tambm pela potncia de 132 cavalos (a 3600 rpm). Apesar da diferena de peso entre as duas picapes, nos ensaios que medem desempenho, a Frontier mostrou mais disposio que a rival. A vantagem nas arrancadas e retomadas veio basicamente do escalonamento de marchas. A contrapartida que a S10 produz menos rudo. Em desempenho a Ranger, com motor International Power Stroke de 135 cavalos e turbo de geometria varivel, continua andando na frente.

Se andou dentro da mdia, a Frontier destacou-se em um teste. Dotada de ABS nas quatro rodas com distribuio da presso de frenagem, o EBD, dispositivo indito entre as picapes nacionais, ela brilhou quando a ordem era parar. Os nmeros esto na pgina seguinte mas, apenas como exemplo, na frenagem 80 km/h a 0 a Frontier estancou 4,3 metros antes da segunda classificada, a Ranger. O sistema livra o motorista da Frontier de sobressaltos em frenagens de emergncia, enquanto a Ranger arrasta as rodas traseiras com violncia e exige brao para as inevitveis correes de trajetria.

Defensores da praticidade e do conforto nos automveis, chegou a parte de que vocs tanto gostam: a localizao dos porta-copos! So quatro. Dois entre os bancos dianteiros e outros dois na traseira do console central. Existem ainda trs tomadas de energia (nenhuma delas com acendedor), um console porta-trecos com duas divises entre os bancos dianteiros, um nicho de difcil acesso no mdulo central do painel e, sob o rdio, mais um porta-trecos. Este ltimo s est a para ocupar o espao que, na verso americana, pertence a um sistema de som de primeira linha da Rockford Fosgate. O rdio com CD player entregue na verso brasileira no de segunda, mas poderia ter comandos mais fceis - tente uma sintonia fina com o carro em movimento nas ruas de So Paulo e voc entender.

Os instrumentos do painel, em compensao, primam pela praticidade: a velha, boa e eficiente combinao de cores (fundo preto, numerais grandes e brancos e agulha vermelha) favorece a leitura e o conforto dos olhos. Os tons claros usados nas forraes tambm ajudam, pois criam um ambiente arejado e a iluso de espao. Mas nem que a Nissan pintasse os bancos de branco o pessoal que vai atrs elogiaria o conforto para as pernas. Neste quesito, ela perde para a S10 e a Ranger. No toda hora que as aparncias enganam.



Confira um mini-comparativo Quatro Rodas entre
Nissan Frontier CD 4x4 SE
Chevrolet s10 DELUXE CD 4x4
Ford Ranger CD XLT 4x4

> Avaliao

Ficha tcnica

Motor
Dianteiro, longitudinal, 4 cilindros em linha, turbodiesel
Cilindrada - 2798 cm3
Dimetro x curso - 93 x 103 mm
Taxa de compresso - 17,8:1
Potncia - 132 cv a 3600 rpm
Potncia especfica - 47,2 cv/litro
Torque - 34,7 kgfm a 1800 rpm


Cmbio
MManual, cinco velocidades, com trao, reduzida e roda livre automtica
1 3,71:1
2 2,23:1
3 1,47:1
4 1,00:1
5 0,74:1
R 3,45:1
Diferencial - 4,36:0
Reduzida - 2,02:1
Rpm a 100 km/h em 5 - 2300


Carroceria
Picape cabine dupla, 4 portas, 5 lugares
Comprimento - 507 cm
Largura - 182 cm
Altura - 170 cm
Entre-eixos - 295 cm
Tanque - 73,5 litros
Capacidade de carga - 1045 kg
Peso - 1935 kg
ngulo de entrada - 32
ngulo de sada - 24
Altura em relao ao solo - 21,8 cm
Peso x potncia - 14,7 kg/cv


Suspenso
Amortecedores telescpicos
Dianteira - Independente, brao triangular duplo, barra de toro, barra estabilizadora
Traseira - Eixo rgido, feixe de molas semi-elptico


Freios
Disco ventilado (diant.) e tambor (tras.), com ABS e EBD


Direo
Hidrulica de esferas recirculantes


Rodas e pneus
Liga leve, aro 15, 265/70 R15

Principais equipamentos de srie
ABS nas quatro rodas com EBD, airbag duplo, CD player, faris de neblina, desembaador traseiro, hodmetro parcial duplo, trava eltrica das portas, vidros e espelhos eltricos, volante revestido de couro, ar-condicionado, protetor do pra-lama e pra-choques pintados na cor da carroceria, rodas de liga leve.


Preo Bsico (estimado)
$ 70 000 reais





» FOTOS


Publicidade