Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Corolla
  • Up
  • Logan
  • HB 20
  • Prisma
  • Novo Ka
  • Golf VII
  • Focus
  • Tracker
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | Impressoes ao dirigir
Chevrolet Spark
Março 2007

Chevrolet Spark

Um vinco na lateral subiu a linha de cintura do carro, trazendo esportividade

Por Paulo Campo Grande | Fotos: Marco de Bari
Lista de matérias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

A GM aproveitou a plataforma do Matiz com tudo a que tinha direito, como o motor de 995 cm3 de 64 cv, a transmissão de cinco marchas e a suspensão. Mas alterou bastante o estilo e o acabamento originais. O design foi atualizado com a inclusão de novos faróis, grade dianteira, capô, lanternas e retrovisores externos. As portas dianteiras ganharam um ressalto - que lembra o Alfa Romeo 145 - e ficaram com as vigias menores. O vinco lateral da carroceria aprofundou-se e ficou em posição mais alta, passando pelo meio das maçanetas (as únicas peças que restaram do Matiz, visto de lado).

Internamente, quem está familiarizado com os carros Chevrolet no Brasil logo reconhece o granulado do revestimento do painel e das portas. Ele é o mesmo presente em Corsa, Meriva e Vectra. Do Celta, o Spark herdou as saídas de ar e os bancos. O volante tem um desenho interessante e, ao que parece, inédito. Mas a maior novidade é o painel, com os instrumentos descentralizados. As luzes-espia ficam na frente do motorista e os mostradores, no centro do cockpit. Seu design é moderno, apesar de roubar luminosidade da cabine - e também da visão do motorista -, por ser mais alto que o painel original do Matiz.

A versão avaliada era básica. Não tinha contagiros, direção assistida e trio elétrico. Mas contava com ar-condicionado. Apesar de ter as mesmas dimensões do QQ, com igual entreeixos, de 2,3 metros, o acesso à cabine do Spark ficou mais fácil, graças ao maior ângulo de abertura das portas. No porta-malas cabem 200 litros, segundo a GM, enquanto a Chery divulga 190 litros para o QQ.

No test-drive, em Caracas, o Spark se mostrou mais confortável que o rival. O motor trabalha mais silencioso e parece mais bem isolado acusticamente. Nesse quesito, aliás, o único som que recorda o motorista de estar a bordo de um modelo simples é o ruído metálico do fechamento das portas. Faltou uma vedação mais resistente. A suspensão, por sua vez, é macia e absorve mais as irregularidades do piso, sem deixar a carroceria solta. A direção tem menor folga e apresenta reações mais progressivas.

Apesar de ter motor menor, em relação ao desempenho o Spark se revelou um pouco mais ágil que seu rival. Segundo a GM, ele acelera de 0 a 100 km/h em 13 segundos e atinge a velocidade máxima de 145 km/h. Mas esses números, principalmente o de aceleração, refletem um certo otimismo. No que diz respeito ao consumo, a fábrica divulga as médias de 14 km/l na cidade e 22 km/l na estrada. Seu tanque de 35 litros é 15 litros maior que o do QQ.

Independentemente de suas qualidades, o Spark vai desfrutar de boas vantagens no Brasil, em relação ao QQ. Isso porque ele terá o suporte da marca Chevrolet e toda a segurança que isso representa para o consumidor, com uma rede de concessionárias já formada e, supostamente, maior facilidade de manutenção e peças de reposição.


>> página inicial

>> Chery QQ

Ficha técnica

Motor: dianteiro, transversal, 4 cilindros, 955 cm3
Potência: 65 cv a 5 400 rpm
Torque: 9,3 mkgf a 4 200 rpm
Câmbio: manual de 5 marchas
Suspensão: Dianteira: tipo McPherson. Traseira: eixo de torção
Direção: pinhão e cremalheira
Freios: hidráulicos, disco na frente e tambor atrás
Dimensões: comprimento, 349 cm; largura, 151 cm; altura, 149 cm; entreeixos, 235 cm
Peso: 853 kg
Tanque de combustível: 35 litros
Rodas e pneus: aço, 165/65 R13
Principais equipamentos de série: abertura interna do tanque e do porta-malas
Principais itens opcionais: direção hidráulica, ar-condicionado, sistema de som, trio elétrico
Preço: 18 000 reais (básico) 21 000 reais (completo)

Veredicto
Tem motor mais acertado e visual mais ocidental que o do QQ. O sobrenome ajuda.






Publicidade