Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Sandero
  • Vezel
  • Novo Fox
  • Duster
  • HB 20
  • Golf
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Saveiro cab dupla
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | Comparativos
Troller T4 x Jeep Wrangler
Outubro 2007

Troller T4 x Jeep Wrangler

No barro, eles lavam a alma: De concepes diferentes e preos tambm, ambos tm a mesma queda pelos maus caminhos

Por Paulo Campo Grande | Fotos: Marco de Bari
Lista de matrias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

O Jeep Wrangler movido a gasolina, tem transmisso automtica e custa 104 900 reais. O Troller T4 queima diesel, manual e sai por 84 700 reais. Apesar das diferenas, os dois tm algo em comum. So timas companhias para quem quer se aventurar por maus caminhos. Isso sem falar que o visual do T4 foi inspirado no Wrangler (que derivou do velho Willys). Tanto pelas diferenas quanto pelas semelhanas, nada como um comparativo para tornar as coisas mais claras.

O Wrangler est de volta, renovado. Com esse nome, o Jeep existe desde 1987. Mas, por aqui, ele s deu o ar da graa entre os anos de 1997 e 2001. Nosso mercado esteve fechado e a Chrysler s se lembrou de traz-lo em 1997. O preo alto e as vendas fracas acabaram por desestimular a vinda de novos lotes. Mas agora, com o real valorizado, ele ganha (e ns tambm) uma segunda chance. O Wrangler chega radicalmente mudado na forma e no contedo. Deixou de ser um jipe, na mais pura acepo da palavra, para se tornar um confortvel crossover. Ficou maior no entreeixos e na largura, o que refletiu diretamente no espao interno e em seu comportamento dinmico, que ficou mais prximo do de um automvel. A bordo foram incorporadas tecnologias de segurana e conforto jamais vistas em um de seus antepassados. Muito do que a fbrica apresentou - e que o proprietrio vai encontrar no manual - no vem para o Brasil. o caso do sistema ASBS, que permite o aumento do curso das suspenses - desconectando eletronicamente as barras estabilizadoras -, e do pra-brisa escamotevel. Ainda assim, sobra novidade. A lista inclui capota rgida modular, ESP e sistema eletrnico anticapotamento, entre outros dispositivos.

Pelo ladro
O Troller, que faz o estilo mais purista, o mesmo lanado no fim de 2006, como linha 2007. A Ford promete injetar sangue azul no projeto, mas no ser agora. Em 2008, o T4 permanece como est, segundo a Ford. No se pode dizer que a verso atual esteja defasada, no entanto. O T4 chegou com uma srie de aprimoramentos na linha 2007. O destaque o motor diesel MWM-International com turbo e intercooler, acelerador eletrnico e injeo common- rail de terceira gerao. A transmisso tambm foi retrabalhada. A duas primeiras marchas ficaram mais curtas, para melhorar a resposta nas trilhas e no trnsito, e a quinta marcha ficou mais longa, para reduzir o consumo e o rudo no uso rodovirio.

Em nosso teste, T4 e Wrangler passaram por duas fases. Na primeira, levamos os dois para a pista offroad da Pirelli, para ver como eles se comportavam na terra. Os dois estavam equipados com pneus de uso misto - 50% asfalto, 50% terra. Nessa etapa contamos com a assessoria do instrutor de off-road Joo Roberto Gaiotto. Por sugesto dele, comeamos pelo Troller. "Ainda no andei nessa verso com novo motor", disse Gaiotto, j caminhando em direo ao T4. Demonstrando prazer ao volante, ele no poupou elogios s reaes rpidas do carro, fruto no s do "perfeito casamento" do motor com a transmisso como tambm da direo direta. "O antigo 2.8 j tinha fora de sobra", diz Gaiotto. "Agora a potncia est vazando pelo ladro." A potncia subiu de 114 para 163 cv e o torque, de 32,7 para 38,8 mkgf.

Outra virtude apontada foram os ngulos de ataque e de sada do T4, de 56 e 47 graus, respectivamente, capazes de uma abordagem mais complicada nas trilhas. No Wrangler, eles so bem mais tmidos: 36 graus na entrada e 29,8 na sada. A suspenso do Troller se mostrou um pouco dura, fazendo o jipe pular ao passar por irregularidades. Ruim na terra, pior no asfalto. Mas o mais grave para quem est em uma trilha o curso curto da suspenso, que deixou o T4 pendurado em duas rodas e com dificuldades para tracionar, quando o colocamos entre duas elevaes da pista. Nos trechos inclinados, o T4 foi muito bem, assim como na descida de rampas, em que a relao reduzida segurou o jipe com firmeza.

J ao volante do Wrangler, assim que o jipe se moveu, Gaiotto ficou entre a surpresa e a admirao. "O conforto muito superior", disse. A suspenso do Jeep absorve as imperfeies do relevo, transmitindo segurana e confiana para acelerar. "A direo no to direta quanto a do Troller, mas o carro obediente", diz Gaiotto. Naquele ponto em que o T4 ficou entre duas elevaes, a suspenso do Wrangler continuou sua demonstrao de eficincia. O carro perdeu contato com o piso em apenas uma das rodas e venceu o obstculo com facilidade. Nas descidas, o cmbio automtico atrapalhou, deixando o Jeep ganhar velocidade, mesmo com a reduzida acionada.

Borboletas
Depois de cumprido o roteiro na pista, emparelhamos os jipes para analisar o acabamento e os equipamentos de cada um. O T4 tem detalhes de fibra de vidro no painel e bancos de couro, enquanto o Wrangler veste plstico e tecido. Os dois possuem ar-condicionado, mas o isolamento trmico do T4 mais eficiente que o do Wrangler. Neste, o teto modular de material sinttico deixa o calor externo irradiar para a cabine. O acesso parte traseira melhor no Troller, mas o espao para quem viaja ali mais seguro e confortvel no Wrangler. Embora o T4 convide trs passageiros a sentar atrs, quem vai nas laterais fica com os vidros e o santantnio muito prximos. Em uma trilha, com o jipe sacolejando, fcil bater a cabea nessas partes. O santantnio do T4 tambm impede que o banco traseiro bipartido seja rebatido, embora exista ali a articulao necessria. No Wrangler o assento rebate com muita facilidade.

Os dois jipes possuem modos de trao 4x2, 4x4 e 4x4 reduzida, com diferencial traseiro autoblocante. Mas cada um trata o motorista de forma diferente. O T4 tem roda-livre acionada por meio de borboletas, nas rodas dianteiras, e os engates eltricos, atravs de teclas no painel. No Wrangler, a roda-livre automtica e os engates so mecnicos.

A segunda parte da avaliao foi em nossa pista de testes em Limeira. O Wrangler, equipado com motor a gasolina 3.8 V6 de 199 cv, se saiu melhor nas provas de desempenho. Mas o T4, diesel 3.0 de 163 cv, no fez feio. Nas retomadas, o Wrangler tirou proveito do cmbio automtico, mas nem assim se distanciou muito do T4, que lanou mo do torque, em baixas rotaes. Enquanto o V6 rende 32,1 mkgf a 4 000 rpm, o motor diesel entrega 38,8 mkgf a 1 600 rpm. Ou seja, o Troller tinha disposio de acelerar mesmo com o cmbio preso em uma marcha qualquer. Em relao ao consumo, como esperado, o Troller foi mais econmico. Na cidade, fez 8,6 km/l de diesel, contra 6,1 km/l de gasolina do Jeep. Considerando esse rendimento e o fato de que o litro de diesel , em mdia, 28% mais barato que o da gasolina, o quilmetro rodado pelo Troller custa cerca de metade do quilmetro percorrido pelo Wangler.

Relativizando-se as diferenas entre os dois, o Wrangler se mostrou superior na maioria das vezes, na trilha, no asfalto, no acabamento e na tecnologia. Esses atributos falam a seu favor no resultado deste comparativo e funcionam como bons argumentos na defesa de seu preo, nada menos que 24% mais caro que o do concorrente, um rival que sabe fazer bom uso de seu arsenal mais modesto.


TROLLER - R$ 84 700


Ele tem motor diesel, acionamento eltrico de trao, cmbio manual e carroceria de fi bra.

DIREO, FREIO E SUSPENSO
A direo rpida e o freio, eficiente. Mas a suspenso dura, pula demais e seu curso curto.
★★★

MOTOR E CMBIO
Motor e transmisso esto perfeitamente sintonizados. Puristas preferem o engate da trao mecnico.
★★★★

CARROCERIA
O design bonito e moderno. Os ngulos de ataque e sada so timos. E o acabamento de boa qualidade.
★★★★

VIDA A BORDO
O motor diesel mais barulhento, mas o isolamento trmico da capota eficiente. Desconforto para os passageiros de trs.
★★★

SEGURANA
Ele tem apenas os equipamentos bsicos em um jipe, como cintos de trs pontos, santantnio e apoios de cabea nos bancos.
★★★

SEU BOLSO
Graas ao motor diesel, ele imbatvel na relao custo/benefcio, sem falar que seu preo de tabela menor.
★★★★


WRANGLER - R$ 104 900


Movido a gasolina, tem acionamento manual de trao, cmbio automtico e carroceria de ao.

DIREO, FREIO E SUSPENSO
A direo no to direta, mas ele freia bem e a suspenso macia, alm de ter curso longo.
★★★★

MOTOR E CMBIO
O desempenho de automvel (assim como o consumo). Cmbio automtico no a melhor opo para enfrentar trilhas.
★★★★

CARROCERIA
O design mais atual. Mas o clssico no lhe caa mal. Ele ficou maior e mais confortvel. O acabamento superior.
★★★★

VIDA A BORDO
Conforto interno um dos pontos altos do carro. Mas o teto modular, embora seja prtico, no tem bom isolamento trmico.
★★★★

SEGURANA
Vai alm do bsico, com a oferta de airbags, ABS e ESP de srie. O santantnio fica mais distante da cabea dos passageiros.
★★★★

SEU BOLSO
No h vantagens em relao ao gasto com combustvel. Mas seu preo maior plenamente justificado pelo contedo a bordo.
★★★★


GEOMETRIA


Clique aqui e veja a tabela comparativa

VEREDICTO
O T4 tem a favor o motor diesel, que, alm de econmico, entrega fora mais que suficiente para as necessidades. Mas o Wrangler compensa com suspenso de curso maior e um pacote de recursos de conforto e segurana superior.





» FOTOS


Publicidade