Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Corolla
  • Up
  • Logan
  • HB 20
  • Prisma
  • Novo Ka
  • Golf VII
  • Focus
  • Tracker
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | Comparativos
1º Honda CR-V
Abril 2007

1º Honda CR-V

Lista de matérias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

De todos os utilitários esportivos compactos reunidos neste comparativo, o CR-V é o que menos merece ser chamado assim. Ele está mais para crossover que para utilitário, isso porque sua vocação urbana se sobrepõe à off-road. Quem experimenta o CR-V depois de ter dirigido qualquer um dos jipinhos presentes aqui fica com a sensação de que está a bordo de uma perua, com o posto de direção mais alto. Apesar de ter suspensão robusta e pneus grandes e de ser mais pesado que um automóvel de porte semelhante, o CR-V é um veículo dócil e fácil de manobrar e que transmite segurança para os ocupantes. Enfim, parece ter sido concebido sob a supervisão de um pai de família, público-alvo desses carros por aqui.

No primeiro contato visual, fica nítida a boa fase que o design da marca atravessa. Assim como o New Civic, o novo CR-V é ousado sem provocar sustos. Ele permite que o olhar se acostume e descubra seus contornos. Na frente, por exemplo, a grade acoplada ao capô, que é sobreposto a uma outra grade maior, dá a imponência das picapes à dianteira. A vigia lateral traseira, que à primeira vista parece meio deslocada, na coluna C, se harmoniza lentamente com a área envidraçada. Para a cabine, os projetistas não economizaram opções de materiais e texturas para combinar no painel, volante, console e laterais das portas.

O espaço interno é generoso. Se falta lugar no porta-malas, o banco de trás, que é bipartido, pode ser deslocado em 15 centímetros para acomodar melhor bagagens e pessoas. A única queixa vai para os bancos dianteiros, com pouco apoio lateral.

O Honda CR-V é completo. Conta com equipamentos como ar-condicionado digital dual zone, sistema de som com disqueteira e entrada para iPod, computador de bordo, volante multifuncional, freios ABS e controle eletrônico de estabilidade ASP. Seu sistema de tração é de acionamento mecânico, embora atue de forma automática sem a necessidade de intervenção do motorista. Em condições normais ele trabalha como 4x2, enviando a força do motor para o eixo dianteiro.

Dos seis carros comparados, seu projeto é o mais fiel na tradução da proposta de veículo urbano que pode rodar também nas trilhas de terra, com bom aproveitamento de energia.


CR-V - R$ 123 000
Ele chegou aqui, em janeiro, apenas três meses depois de ter sido apresentado no Japão

Suspensão
Independente nos dois eixos, garante um rodar silencioso e transmite segurança ao motorista.
Avaliação: muito bom

Ao volante
O motorista se sente dirigindo uma perua com posto de comando elevado. O pacote de equipamentos completo facilita a vida a bordo.
Avaliação: muito bom

Carroceria
O estilo é ousado e o acabamento, bem cuidado e de boa qualidade. Todos viajam com conforto. O porta-malas é bastante espaçoso.
Avaliação: excelente

Motor e câmbio
O motor 2.0 de alumínio não é o mais potente do segmento, mas dá conta do recado, ajudado pelo câmbio automático de cinco marchas.
Avaliação: excelente

Mercado
Goza da boa reputação da marca. Tem o custo do seguro na média do segmento. A Honda espera vender 250 unidades/mês.
Avaliação: bom


>> Página inicial

>> 1º Honda CR-V

>> 2º Toyota RAV4

>> 3º Hyundai Tucson

>> 4º Kia Sportage

>> 5º Nissan X-Trail

>> 6º Land Rover Freelander

>> Tabela comparativa e veredicto






» FOTOS

Publicidade