Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Sandero
  • Vezel
  • Novo Fox
  • Duster
  • HB 20
  • Golf
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Saveiro cab dupla
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | Comparativos
Fiat Palio Fire x VW Gol 1.0 City
Fevereiro 2007

Fiat Palio Fire x VW Gol 1.0 City

Reis do ringue: Há dez anos no mercado, eles disputam ponto a ponto a liderança. Com vocês, o combate da categoria peso leve

Por Adriano Griecco
Lista de matérias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

Demorou, mas aconteceu. O Palio bateu o Gol no ranking mensal de vendas, e por duas vezes consecutivas. Nenhum nocaute, é verdade: 14 635 contra 14 093 carros, em setembro, e 16 698 contra 16 031, em outubro. Com isso, o Palio entrou para o seleto grupo de carros a conseguir superar o VW, ao lado de Uno e Tipo. Foi a 16ª vez que o Gol perdeu a liderança, desde que o modelo a alcançou em 1986.

O primeiro comparativo entre os dois modelos data de agosto de 1997. Apesar de ser novidade, o Palio ficou em terceiro, atrás de Corsa e Gol. Nesses dez anos, os dois protagonizaram várias disputas, sem contar as edições do Melhor Compra. Em 2005 comparamos as versões de entrada de Celta, Mille, Palio e Gol. Novamente o Palio ficou atrás do Gol, amargando a última colocação.

De lá para cá, o mercado mudou e os carros também. Portanto, hora de colocar o título em jogo novamente. A disputa começa na hora da compra. Os dois carros custam quase a mesma coisa. Com a carroceria de quatro portas, o Gol City sai por 26 490 reais. Já o Palio Fire é 350 reais mais barato e custa 26 140. A lista de itens de série é parelha. O Fiat tem pára-choques da cor da carroceria. O Volks é mais prático. Tem ajuste de altura do banco do motorista e pneus mais largos (175/70 R13, ante o 165/70 R13 do Palio). Com essa diferença de preço, você não compra nenhum opcional. Paga metade do "kit de visibilidade" do Fiat, que traz limpador e desembaçador do vidro traseiro e controle interno dos retrovisores.

Pela relação custo/benefício, os Gol e Palio disputam também a preferência dos frotistas. Tanto que, na falta de carros disponíveis para testes fornecidos pelas fábricas, os carros que você vê nas fotos - e que foram testados por nós - vieram de duas diferentes frotas. O Palio foi comprado em novembro pela Editora Abril para servir de meio de transporte aos contatos da publicidade. O Gol pertence a uma grande locadora de automóveis, em São Paulo. Segundo as montadoras, 29% dos Palio vendidos são destinados a vendas diretas e a frotistas. No Gol, o percentual é menor: 25% do volume de vendas.

Troca de comando

Não pense que, por serem antigos, Gol e Palio não têm novidades. A Volks mexeu no motor do compacto no começo de 2006. As modificações começam pelo cabeçote. A taxa de compressão saltou de 10,8:1 para 13:1 e o motor recebeu o mesmo comando de válvulas do Fox. Diante dessas alterações, a central eletrônica foi remapeada e um novo catalisador foi incorporado ao sistema de escape. Com isso, o motor ganhou 3 cv, com gasolina ou álcool. Os números de potência são, respectivamente, 68 e 71 cv. O torque máximo também melhorou. Dos 9,1 (gasolina) e 9,2 mkgf (álcool), ambos a 4 500 rpm, ele foi para 9,4 e 9,7 mkgf, com a vantagem adicional de que esses valores chegam mais cedo, nas 4 250 rpm.

O Palio mudou em setembro, quando a Fiat aposentou sua segunda geração e lançou a versão Fire de cara nova. O motor 1.0 Flex é comum ao restante da linha e tem 65/66 cv. O que o diferencia dos demais é o interior, antigo, ainda da segunda geração.

Avaliamos os dois na pista de testes em Limeira. Mas vale dizer que a ênfase deste comparativo não foi o desempenho. Apesar de medidos no mesmo dia e sob as mesmas condições, o Palio testado tinha apenas 200 quilômetros. Já o Gol beirava os 13 000. E não passaram pela engenharia das montadoras, que costumam caprichar na afinação dos motores. O fato é que assistimos a um banho de desempenho do Volks. Em aceleração, ele foi 4,3 segundos mais rápido que o Palio, com álcool, e 3,7 com gasolina. Nas retomadas, a margem de vitória do Gol foi, em média, de 3,5 segundos. Tamanha diferença não pode ser creditada apenas à disparidade na quilometragem.

Mas vamos ao que mais importa neste caso: os números de consumo. Nova vitória para o Gol. Das quatro medições feitas - ciclo urbano e rodoviário, com álcool e gasolina -, o Volks levou três. Mas a vantagem aqui se deu por uma margem bem menor que a dos testes de desempenho, como você pode conferir na tabela da página 65.

Se na relação custo/benefício os dois empatam, com relação ao visual, ninguém vai marcar ponto. O Palio muda em março deste ano - mas a versão Fire deve ficar com esta mesma cara - e a VW já roda com o Gol radicalmente novo, que ainda não tem data certa para chegar - estima-se em 2008. E hoje a desvalorização dos dois está em torno dos 6,7% no primeiro ano. No interior, eles têm o mesmo padrão de acabamento: plástico no painel. A diferença é que o Gol traz os mostradores do Fox, mais modernos - e sem o minúsculo conta-giros. O Palio é o oposto. Os mostradores são de sua segunda geração, com iluminação laranja. Pelo menos o revestimento das portas no Fire traz um pouco mais de tecido. O espaço interno é um pouco melhor no Gol, que, além de ter 10 centímetros a mais de entreeixos, teve o painel redesenhado com o objetivo de arejar o ambiente. Já a capacidade do porta-malas é quase idêntica: 285 litros no Gol contra 290 no Palio. E o bom acesso é comum.

Palio e Gol não figuraram entre os finalistas do Melhor Compra 2006 nas categorias até 30 000 reais. Nem por isso itens como o pós-venda e a manutenção devem ser esquecidos. O Gol tem duas famas: é duro na quebra, mas o preço do seguro é alto. A primeira se confirma. A segunda, não mais. Em dezembro de 2005, o seguro do Volks chegava a custar 40% mais que o do Fiat. Hoje a Volks oferece para todo Gol vendido na Grande São Paulo um rastreador gratuito de fábrica com o primeiro ano de manutenção pago. Isso colocou seu seguro na mesma faixa do do Palio, que é de 2 000 reais, isonomia que desaparece no ano seguinte. O índice de reparabilidade (análise do custo de conserto dos carros em caso de acidente, que leva em conta o preço do pacote de peças e o grau de dificuldade para consertá-los) do Gol é ligeiramente mais favorável que o do Palio.

Contabilizando essas pequenas cifras a favor do Gol, a vitória da versão City sobre o Palio Fire se consolida. Ele tem a mesma relação custo/benefício do Palio na hora da compra, mas é mais econômico na hora de abastecer, tem interior arejado e ainda trata melhor o bolso de seu dono na hora da manutenção. E o mercado concorda. Até a primeira quinzena de dezembro, o Volks tinha a vantagem de 20 000 carros no acumulado de vendas sobre o rival.


Palio Fire - R$ 26 140
No canto direito, o desafiante que, em setembro passado, chegou com cara nova na versão Fire.

Suspensão
É um pouco mais bem resolvida que a do Gol, mas está longe da do Fiesta, referência no segmento.
Avaliação: muito bom

Ao volante
Na frente, oferece as mesmas "condições" que o Gol: boa posição e comandos bem distribuídos.
Avaliação: muito bom

Carroceria
As linhas são atuais. O Palio muda no ano que vem, mas a versão Fire continua com essa mesma cara.
Avaliação: bom

Motor e câmbio
Tinha apenas 200 km rodados quando foi testado. Mas o Fire levou uma nota inferior por beber mais em três das quatro medições.
Avaliação: bom

Mercado
Assim como o Gol, tem uma grande rede assistencial espalhada pelo país.
Avaliação: muito bom


Gol City - R$ 26 490
No canto esquerdo, defendendo seu título de campeão há 20 anos, o Gol, reestilizado no fim de 2005.

Suspensão
O conjunto deixa a carroceria ceder demais em acelerações e frenagens. Pelo menos é confortável.
Avaliação: bom

Ao volante
A Volks redesenhou o painel e deixou tudo à mão. E o Gol traz o ajuste de altura do banco do motorista de série.
Avaliação: muito bom

Carroceria
O projeto é mais antigo, mas o visual data de 2005. O Gol tem menor índice de reparabilidade: fica mais em conta arrumar uma batida no hatch da VW.
Avaliação: bom

Motor e câmbio
O conjunto avaliado mostrou-se mais eficiente que o do Palio nos testes de desempenho e em consumo.
Avaliação: muito bom

Mercado
Semelhante à do Palio, a desvalorização é de apenas 6,7% após o primeiro ano de uso. Ajuda na hora de revender. A fama de inquebrável também.
Avaliação: muito bom


Ficha técnica Palio Fire

Bolso
O seguro dos carros custa em média 2 000 reais, porque o Gol dá rastreador grátis no primeiro ano, vantagem que desaparece a partir do segundo ano.
Preço do carro:26 140 reais
Garantia: 1 ano s/ limite de km
Número de concessionárias: 540
Consumo cidade (km/l) (A/G):7,5 / 10,4
Consumo estrada (km/l) (A/G): 10,0 / 13,0
Tanque de combustível/autonomia (l)/(km): 48 / 624

Conforto
Ambos oferecem ar-condicionado e direção hidráulica como opcionais livres. No Volks, custam 5 980 reais e, no Palio, 5 340. Nos dois casos é mais vantajoso comprá-los em pacotes de opcionais.
Ar-condicionado/direção hidráulica:o / o
Rodas de liga leve/pintura metálica: o / o
CD player/comandos no volante: - / -
Vidros/travas elétricos: o / o
Espelhos/teto solar elétrico: - / -
Banco traseiro rebatível 2/3 / 1/3: -
Pára-choques/retrovisores na cor do carro: s / -
Ajuste de altura dos bancos/bancos de couro: - / -

Segurança
ABS/BAS/EBD: o / - / -
Controle de tração/estabilidade: - / -
Airbags (frontais/laterais/cabeça): o / - / -
Encosto de cabeça/cinto de 3 pontos para 5º passageiro: - / -
Alarme/imobilizador/brake-light:o / s / o

Desempenho
O Palio testado por nós tinha 200 km rodados. Seu motor não estava "amaciado".
0-100 km/h (s) (A/G): 19,6 / 20,3
0-1000 m (s) (A/G):39,8 / 40,1
3ª 40 a 80 km/h (s) (A/G):10,9 / 11,7
4ª 60 a 100 km/h (s) (A/G):17,1 / 18,7
5ª 80 a 120 km/h (s) (A/G):31,4 / 32,9
Velocidade máxima (km/h) (A):154*
Frenagem 120/80/60 km/h a 0 (m):73,4 / 33,0 / 18,4
Ruído interno PM/RPM máx (dB):45,6 / 71,7
Ruído interno 80/120 km/h (dB):65,7 / 70,6
Velocidade real a 100 km/h (km/h):98,7

Ficha técnica
Motor/posição:dianteiro / transversal
Construção/cabeçote/cilindrada (cm3):4 cilindros / 8V / 999
Diâmetro/curso (mm):70 / 64,9
Taxa de compressão:11,7:1
Potência (cv a rpm) (A/G): 66 / 65 a 6 000
Torque (mkgf a rpm) (A/G):9,2 / 9,1 a 2 500
Câmbio (tipo/marchas/tração):manual / 5/ dianteira
Direção (tipo/nº voltas):hidráulica / 2,7 voltas
Suspensão dianteira: McPherson
Suspensão traseira:eixo de torção
Freios (tipo/dianteiro/traseiro):hidr. / disco / tambor
Pneus:165/70 R13

Dimensões
Comprimento/entreeixos (cm):383 / 237
Altura/largura (cm):143 / 163
Porta-malas (litros):290
Peso (kg):940
Peso/potência (kg/cv) (A/G):14,2 / 14,5
Peso/torque (kg/mkgf) (A/G):102,1 / 103,3
Diâmetro de giro (m): 9,8
*Dados de fábrica

Ficha técnica Gol City

Bolso
Preço do carro:26 490 reais
Garantia: 1 ano s/ limite de km
Número de concessionárias:635
Consumo cidade (km/l) (A/G):7,6 /9,9
Consumo estrada (km/l) (A/G): 11,3 / 13,6
Tanque de combustível/autonomia (l)/(km):51 / 693

Conforto
Ar-condicionado/direção hidráulica:o / o
Rodas de liga leve/pintura metálica: o / o
CD player/comandos no volante: - / -
Vidros/travas elétricos: o / o
Espelhos/teto solar elétrico:o / -
Banco traseiro rebatível 2/3 / 1/3: -
Pára-choques/retrovisores na cor do carro:o/ -
Ajuste de altura dos bancos/bancos de couro:s / -

Segurança
ABS/BAS/EBD:- / - / -
Controle de tração/estabilidade: - / -
Airbags (frontais/laterais/cabeça):- / - / -
Encosto de cabeça/cinto de 3 pontos para 5º passageiro: - / -
Alarme/imobilizador/brake-light:o / s / o

Desempenho
0-100 km/h (s) (A/G):15,3 /16,6
0-1000 m (s) (A/G):37,1 / 37,8
3ª 40 a 80 km/h (s) (A/G):8,1 /8,5
4ª 60 a 100 km/h (s) (A/G):13,3 /14,0
5ª 80 a 120 km/h (s) (A/G):24,2 / 25,6
Velocidade máxima (km/h) (A):168*
Frenagem 120/80/60 km/h a 0 (m):72,6 / 30,1 / 17,4
Ruído interno PM/RPM máx (dB):48,2 / 73,2
Ruído interno 80/120 km/h (dB):66,6 / 71,6
Velocidade real a 100 km/h (km/h):95,7

Ficha técnica
Motor/posição:dianteiro /longitudinal
Construção/cabeçote/cilindrada (cm3):4 cilindros / 8V / 999
Diâmetro/curso (mm):67,1 /70,6
Taxa de compressão:13,1:1
Potência (cv a rpm) (A/G):71 / 68 a5 750
Torque (mkgf a rpm) (A/G):9,7 / 9,4 a4 250
Câmbio (tipo/marchas/tração):manual / 5/ dianteira
Direção (tipo/nº voltas):hidráulica /3 voltas
Suspensão dianteira: McPherson
Suspensão traseira:eixo de torção
Freios (tipo/dianteiro/traseiro):hidr. / disco / tambor
Pneus:175/70 R13

Dimensões
Comprimento/entreeixos (cm):393 / 247
Altura/largura (cm): 141 / 164
Porta-malas (litros):285
Peso (kg): 916
Peso/potência (kg/cv) (A/G):12,9 / 13,5
Peso/torque (kg/mkgf) (A/G): 94,4 / 97,4
Diâmetro de giro (m): 10,8
*Dados de fábrica

Veredicto
Gol City e Palio Fire ficaram separados por apenas 0,1 ponto na pesquisa Os Eleitos, que mede o índice de satisfação de seus proprietários. Essa mesma paridade pôde ser vista aqui, onde o Gol ganhou "por pontos" por ser um pouco mais econômico e mais barato em alguns itens do pós-venda.





» FOTOS


Publicidade