Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Sandero
  • Vezel
  • Novo Fox
  • Duster
  • HB 20
  • Golf
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Saveiro cab dupla
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Carros | Comparativos
Cerato x City x Linea x Vectra x Sentra
Maro 2010

Cerato x City x Linea x Vectra x Sentra

Mercado tem opes interessantes que no passam dos 55.000 reais

Por Pricles Malheiros | Fotos: Marco de Bari
Lista de matrias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

O baile daqueles que ousam se colocar como alternativas aos imbatveis Civic e Corolla vai comear. Para entrar na dana, duas regras bsicas: ter cmbio manual e preo praticado de at 55 000 reais. Volkswagen Bora, Renault Mgane e Peugeot 307 tambm foram convidados, mas nem suas mes (as fbricas) parecem levlos a srio. No tinham uma unidade sequer disponvel para avaliao. Ainda insistimos nas concessionrias, sem sucesso. Eles praticamente no existem. Portas fechadas. Quem entrou, entrou. Na festa da pista de testes, em Limeira, alguns modelos, de fato, comemoraram. Outros, literalmente, danaram.



5 Sentra 2.0 16V flex

Em outros carnavais dissemos que o Sentra tem l seus mritos, mas lhe faltava o motor flex. Agora, que o modelo finalmente se rende dieta pluralista, ele acaba na ltima posio. O maior problema foi justamente a demora da Nissan em responder ao mercado. Civic e Corolla so igualmente japoneses (e avessos a mudanas) e ganharam motor flex em 2007. Quanto ao visual, o discreto tapinha dado na dianteira da linha 2010 passou longe de ser uma renovao significativa. Mecanicamente, o Sentra j no se destaca mais da concorrncia. Ainda assim, o casamento do motor 2.0 16V com o cmbio de seis marchas feliz, principalmente nas retomadas de velocidade.

Na anlise mercadolgica, o sed da Nissan tambm foi mal. Simulando um teste de longa durao, ao fim de 60 000 km o dono de um Sentra teria desembolsado 77,2% mais dinheiro em revises que o de um City. Para piorar, do Sentra o ttulo de seguro mais caro do comparativo: 3 190 reais, segundo a corretora Nova Feabri. Em preo de peas, o japons s no foi pior que o Cerato. Na cesta elaborada por QUATRO RODAS e apurada pela Audatex junto s concessionrias, o oramento fica em 4 400 reais 76,4% mais que o City.

Talvez o maior problema do Sentra esteja em ser apenas morno. Em tudo. Alm da mecnica, que boa, mas no empolga, o porta-malas de 442 litros s maior que o do Cerato, com seus 415 litros. Na cabine sobra espao, mas incomoda a ausncia de certas gentilezas que o pblico conheceu nos ltimos anos e das quais hoje no abre mo. No centro do teto h um nico ponto de iluminao, de uma singeleza inigualvel. A coluna de direo s tem ajuste de altura e, para quem vai atrs, falta apoio de brao central e porta-revista no encosto dos bancos dianteiros.



4 Cerato 1.6 16V gas.

Pior que no ser flex ser movido a gasolina e ter a chegada da verso flexvel anunciada com quase um ano de antecedncia. Essa a realidade do Cerato, que se converter ao lcool at o fim do ano, com estreia confirmada no Salo do Automvel. Portanto, a chance de as atuais verses a gasolina se transformarem num mico so grandes. No so apenas as tendncias que detonam o Cerato atual. Ironicamente, sua garantia de cinco anos a maior entre as de todos do comparativo pode se tornar um ralo aberto de dinheiro. Ao passar por seis revises, uma a cada 10 000 km, o Cerato exigir um descabido investimento de 6 380 reais. A mdia de 1 063,33 reais por parada, quase 210% mais que o gasto mdio de 343,50 de um City. Ou seja, s com os gastos de manuteno, possvel anular a diferena do preo praticado entre ambos.

A Kia a nica marca do comparativo que no divulga oficialmente uma tabela com preos fixos de reviso, o que nos levou a considerar os preos fornecidos pela rede Autostar, uma das principais revendas da marca em So Paulo. Uma fonte ligada ao importador garante que a Kia, em breve, adotar a estratgia de revises com preo fixo. Se a notcia se confirmar, bom que a marca tambm reveja sua poltica de preo de peas. De acordo com a Audatex, a cesta de itens do Cerato fica em 4 835 reais, 9,9% mais cara que a do Sentra (4 400 reais), dono do segundo oramento mais caro do comparativo.

Na cabine, o revestimento dos bancos decepciona: o tecido spero e algumas costuras so grosseiras. Em contrapartida, h uma srie de pequenos caprichos, como iluminao dianteira e central, porta-culos junto ao retrovisor e at estepe com roda de liga leve um luxo desproporcional s calotas de Vectra e Sentra.



3 Vectra Expression 2.0

Sem o brilho das formas de City e Linea nem os elevados custos de vida de Cerato e Sentra, o Vectra conseguiu seu lugar no pdio. Tem o maior motor da turma, de 2 litros, mas a idade do projeto pesou na pista. No se destacou em nenhuma prova dinmica, mas tambm no foi o mais beberro. No o mais completo, e ainda assim trata bem seus convidados. Duvida? Ele tem volante com regulagem de altura e profundidade, assim como Linea e City, alm de abertura eltrica do porta-malas (como o Linea) e, exclusivamente, quatro vidros eltricos um toque com funo de alvio de presso da cabine para facilitar o fechamento das portas e cap com mola a gs, que dispensa a vareta de sustentao.

Os pecados do sed da GM so tpicos de um projeto antigo e as virtudes, de um carro amadurecido. Os repetidores laterais de pisca esto nas capas dos retrovisores e as palhetas do limpador de para-brisa so flat-blade, sem estrutura metlica aparente. Por outro lado, a decorao da cabine montona, sem charme. Nas portas, tudo escuro, e as horrveis divisrias de carpete no porta-objeto fariam um carro popular chins parecer luxuoso. Surpresa: o sed Chevrolet o nico do grupo a oferecer porta-luvas refrigerado.

No mercado fcil encontrar o Vectra Expression com cmbio manual a 50 000 reais, o que o deixa com o preo praticado mais baixo do comparativo. Para um veculo com perfil to familiar, a GM pisa na bola ao no oferecer ABS sequer como opcional. E a assistncia antitravamento fez falta ao sed de 1 268 kg. No apenas foi o pior nas provas de frenagem como precisou de mais espao para parar que o City, outro sem o auxlio eletrnico. Cmbio e piloto automticos e airbag duplo so seus nicos opcionais e acrescem 5 305 reais conta.



2 Linea LX 1.9 16V flex

Pela regra de arredondamento adotada pelas fbricas, o motor de 1 838,6 cm3 do Linea LX deveria ser 1.8, no 1.9. A esticadinha, segundo uma fonte ligada Fiat, se deu pela necessidade de diferenciar este motor do 1.8 compartilhado com a GM. Essa histria de cilindrada, porm, mera curiosidade: no foi pelo motor que o Linea conquistou a vice-liderana. Pelo contrrio, o conjunto mecnico foi sua pedra no pneu. Beberro contumaz, o Linea foi o sed com maior apetite, o que ajuda a explicar o volumoso tanque, com capacidade para 60 litros. Nas aceleraes e retomadas, o Linea apanha de todo mundo. Sua salvao est no desenho bem resolvido, na boa relao de espao para pessoas e bagagem e no custo-benefcio. Na prtica, o preo do Linea LX cai para 51 000 reais, o seguro o mais barato deste confronto (2 462 reais) e o custo das revises s mais alto que o do City (2 148 contra 2 061 reais), assim como o valor do pacote de peas (2 581 contra 2 495 reais).

Se voc optar pelo sed da Fiat, no deixe de investir 1 997 reais no revestimento de couro, opcional. Com ele, o clima da cabine muda: ganha requinte e certo ar de esportividade, com um acabamento primoroso, mesmo nos cantos mais escondidos.

O convvio com o Linea revela um cuidado em receber bem. H luzes de cortesia individuais na frente e atrs, banco traseiro com apoio de brao, trs encostos de cabea e trs cintos de trs pontos, quatro vidros um-toque e um bom sistema de som. Nos detalhes, h alguns deslizes. Para rebater o encosto do banco, preciso aplicar muita fora para puxar uma pequena ala de nilon, repousada sobre o tampo. Um pouco mais atrs, no porta-malas, outra derrapada. A cobertura do assoalho mole, dificultando a acomodao de pequenos objetos acima da superfcie irregular do estepe.



1 City LX 1.5 16V flex

No comparativo de seds automticos publicado em outubro de 2009, o City ficou atrs do Linea por uma questo de preo. Passado o calor do lanamento, os descontos surgiram e conduziram o valor de venda a um nvel mais alinhado ao dos seus rivais. Mesmo assim, ele quase ficou fora desse comparativo, que tinha o valor de 55 000 reais como limite considerando sempre o preo efetivamente praticado. Na apurao dos custos de manuteno, um verdadeiro passeio sobre a concorrncia: o City tem o menor custo de reviso at 60 000 km, o segundo melhor preo de seguro e o menor oramento da cesta de peas QUATRO RODAS.

Com seu 1.5 de 116/115 cv, o City detonou na pista. Foi o melhor no 0 a 100 km/h (10,2 segundos) e no nvel de rudo em ponto-morto (35,5 decibis), o que na vida real se traduz em arrancadas fortes e num conforto acstico acima da mdia.

Vidro eltrico um-toque um luxo exclusivo do motorista, mas s para descer. Porta-revista no encosto do banco dianteiro tem, mas s no lado direito. No far falta, pois o porta-objeto abaixo do assento traseiro enorme.

Para um modelo visto por muitos como uma alternativa de bom porta-malas (504 litros) ao Civic (340 litros), o City merecia mais ateno da Honda. O compartimento de bagagem, apesar de espaoso, tem dobradias comuns ( exceo dele e do Cerato, todos tm sistema pantogrfico) e a face interna no tem uma tira sequer de carpete ou plstico de revestimento.

Com dirigibilidade similar do Sentra, mas com ajuste mais macio de suspenso e embreagem, o City gil e confortvel. Tambm compartilha com o modelo da Nissan o engate preciso das marchas e a leveza e pronta-resposta do sistema de direo com auxlio eltrico.



VEREDICTO

O City no teve trabalho para superar seus rivais. Briga boa mesmo ocorreu entre Linea, Vectra e Cerato. O Fiat anda pouco e bebe muito, mas tem o visual mais atraente. O Vectra mescla virtudes e defeitos, como cap com mola a gs e ausncia de rdio. O Cerato esbarra no fato de no ser flex e no preo alto das peas. O Sentra, um pouco mais atrs, se ressente da falta de carisma.





» FOTOS


Publicidade