Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Corolla
  • Up
  • Logan
  • HB 20
  • Prisma
  • Novo Ka
  • Golf VII
  • Focus
  • Tracker
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Auto-serviço | Autodefesa
Peça rara
Abril 2010

Peça rara

Carros da Hyundai aguardam conserto por até cinco meses devido à falta de peças

Por Waldez Carmo Amorim
Lista de matérias por data:

ALTERAR O TAMANHO DA LETRA  

A Hyundai não tem do que reclamar do mercado brasileiro. Só no último ano, as vendas somadas de Azera, Santa Fe e Tucson cresceram cerca de 60%, comparando 2009 com 2008. Lançado no segundo semestre de 2009, o hatch i30 já é o líder do segmento, à frente de Astra e Golf. Mas tamanho sucesso trouxe um problema aos proprietários de Hyundai que já dura mais de um ano: a falta de peças.

Os casos são tão frequentes que algumas companhias de seguro chegam a orientar seus clientes a deixar o veículo acidentado esperando na própria garagem, em vez de na oficina. Entre esses casos está o da empresária Lilian Marques Pires dos Santos, de Belo Horizonte (MG). Seu Tucson 2008 ficou parado por cinco meses aguardando o conserto. “Após uma colisão na dianteira, a seguradora me orientou a ficar com o carro batido em casa, pois não havia peças de reposição”, diz Lilian. “Só depois de três meses recebi autorização para ir à oficina. E lá ele ficou mais dois meses por erros na entrega das peças.”

Além de componentes de funilaria, peças mecânicas também estão entre as que andam em falta, como revela o agente de viagens Michael Barkoczy, de São Paulo (SP), proprietário de um Azera 2008. “Após esperar 15 dias e gastar mais de 2 500 reais com aluguel de carros, a bomba de direção hidráulica chegou. Mas a concessionária disse que minha insistência fez a peça chegar mais rápido”, diz Michael.

Casos de quase três meses de espera não são raros, como se pode descobrir em redes sociais e fóruns da internet sobre modelos da Hyundai ou pelos relatos dos 15 proprietários levantados pela QUATRO RODAS. O administrador Roni Louzada Laine, de Belo Horizonte (MG), teve de aguardar 90 dias para a oficina autorizada devolver seu Vera Cruz 2008, que teve a frente atingida por uma roda solta. “Foram 86 dias esperando as peças e quatro dias para montar e pintar. Não havia peças disponíveis em nenhuma concessionária do Brasil”, afirma Roni.

Para confirmar essas reclamações, ligamos para concessionárias de vários estados em busca das componentes como capô, farol e para-choque dianteiro. Curiosamente, todas tinham as peças. Mas descobrimos que aí se escondia uma armadilha. O proprietário de um centro automotivo de São Paulo deu o caminho das pedras: “Ligue para autorizadas diferentes e diga que quer as peças e eles dirão que têm. Depois solicite a entrega imediata e eles o mandarão aguardar. Atendi um Vera Cruz que precisava de uma bandeja de suspensão e da articulação da direção. Foram 15 dias porque aceitei um custo extra de frete, senão seriam no mínimo 25 dias”, diz.

Mais tarde, ao checarmos com as mesmas concessionárias se havia as peças para pronta entrega, a maioria dos atendentes deu praticamente a mesma resposta: para entregar na hora não havia, mas se esperássemos um pouco eles conseguiriam.

 



O POVO RECLAMA

“Precisaram de 33 dias para trocar o alternador do carro.”
Rogério Gonçalves, Belo Horizonte (MG), dono de um Tucson GL 2.0 2007

“Foram 30 dias pela barra de direção. Onde eu trabalho, o dono de um Santa Fe esperou três semanas por um retrovisor.”
Marinês Amélia de Campo, São Paulo (SP), dona de um i30 2009

“Esperei 40 dias por um capô e um para-choque. A oficina disse que há carros aguardando peças há mais de cinco meses.”
Daniel de Oliveira Santos, Brasília (DF), dono de um Azera 2009

 

 



RESPOSTA

Segundo a Hyundai do Brasil, a empresa “encontra-se em condições normais de fornecimento de peças, inclusive com ótimos índices de atendimento. Nosso estoque encontra-se em franca expansão, acompanhando a evolução das vendas”.

 

 



CONTE-NOS SEU PROBLEMA

Seu carro tem algum defeito de fabricação ou de projeto que o deixa irritado? Ouviu falar de problema que mereça um recall? Passou por uma situação em que seus direitos de consumidor foram violados? Então escreva para nós: 4rodas.abril@abril.com.br

 






Publicidade