Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Novo Sandero
  • Vezel
  • Novo Fox
  • Duster
  • HB 20
  • Golf
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Saveiro cab dupla
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
Auto-serviço | Autodefesa
Câmbio I-Motion da VW
Junho 2011

Câmbio I-Motion da VW

Donos de VW com caixa automatizada reclamam de marchas que não entram ou param de funcionar

Por Waldez Carmo Amorim
Lista de matérias por data:

TAMANHO DA LETRA  

A chegada da transmissão automatizada I-Motion em 2009 permitiu que donos de veículos das linhas Gol, Polo e Fox pudessem ter um carro que se comportasse como automático por um custo mais baixo. Com essa facilidade, porém, chegaram também reclamações de proprietários relatando falhas de funcionamento do sistema, como marchas que não engatam ou acionamento involuntário do modo neutro.

"Com cinco dias de uso começaram a aparecer mensagens no painel de falha técnica, recomendando procurar uma concessionária. Um dia o carro parou. Quinze minutos depois o câmbio voltou a funcionar", diz o comerciante Rodrigo Gomes Siqueira, de Belo Horizonte (MG), dono de uma SpaceFox 1.6 2011 com 6 000 km. "Na segunda vez, o câmbio falhou no meio de uma curva e à noite. Fui controlando a direção até o carro parar no acostamento. O câmbio tinha parado de funcionar."

Há casos em que os problemas das marchas que não engatam tornam-se frequentes a ponto de inviabilizar o uso do veículo no dia a dia, como explica o engenheiro Antônio Carlos Pimentel, de São Paulo (SP), proprietário de um Fox 1.6 2010. "Com 919 km rodados e apenas 27 dias de uso, o câmbio apresentou defeitos que impediam o carro de se locomover. Passados 30 dias, a autorizada não resolveu o problema e não me deu nenhuma estimativa de solução para o caso. Tive até de procurar o Procon. Foi só depois de ficar 52 dias sem o veículo que a concessionária me procurou dizendo que ele estava reparado e à minha disposição."

Para evitar as falhas de funcionamento, o engenheiro Daniel Gewer de Andrade, do Rio de Janeiro (RJ), decidiu que ia deixar de usar o modo automático e passaria a trocar as marchas no modo manual do Polo Sportline I-Motion 2009. Para piorar, ele passou a conviver também com um ruído no câmbio. "Com dois meses de uso, ele começou a apresentar barulhos de engrenagens batendo sempre que o câmbio passava de primeira para segunda marcha. No início o problema era intermitente, mas depois começou a se manifestar com mais frequência."

Além das marchas que não entram, também são comuns as críticas quanto à lentidão na troca das marchas, que é apontada pelas concessionárias como uma característica do projeto desse tipo de câmbio, o que acaba frustrando alguns proprietários, que na hora da compra acham que o comportamento do automatizado será igual ao de uma transmissão automática tradicional.



O POVO RECLAMA

"Um dia, o câmbio começou a mudar para neutro sozinho e ia só até a terceira marcha. em outra vez, a caixa travou no neutro e o carro não andava."
Rubens Zequetti, São paulo (SP), dono de um polo Sportline 2010

"Depois de acelerar, o carro demora quase 2 segundos para a marcha entrar e o carro andar. Quase bati por isso. Na autorizada, disseram ser um problema comum."
Rodrigo Correia dos Santos, Salvador (BA), dono de um polo Sportline 2010



RESPOSTA

A Volkswagen diz que, dos nove casos enviados pela QUATRO RODAS, três se tratavam de "percepções dos usuários quanto às características normais da tecnologia, que foram esclarecidas junto aos clientes", enquanto as outras seis foram resolvidas após reparos feitos em garantia, que é de três anos para motor e câmbio.



CONTE-NOS SEU PROBLEMA

Seu carro tem algum defeito de fabricação ou de projeto que o deixa irritado? Ouviu falar de problema que mereça um recall? Passou por uma situação em que seus direitos de consumidor foram violados? Então escreva para nós: 4rodas.abril@abril.com.br






Publicidade