Autodefesa: problema no ar-condicionado do Kia Sportage

Proprietários do Kia Sportage relatam defeito no ar-condicionado e a demora da chegada das peças, que pode levar até 90 dias

Verão é uma época do ano aguardada por muita gente no Brasil. Exceto para uma parcela de donos de Kia Sportage que sofre com a quebra do ar-condicionado.

Não bastasse o sufoco que passam em dias quentes, quase todos reclamam do tempo em que o carro fica parado na oficina. Foi o que ocorreu com o engenheiro João Guilherme Cabrera, de São Caetano do Sul (SP). “Há três anos, paguei mais de R$ 100.000 por um veículo cujo ar-condicionado ficou sem gelar por mais de um ano”, diz o proprietário de um Sportage 2013. “Numa das vezes, foram quase 50 dias aguardando a chegada do compressor. Quando achei que estava resolvido, a autorizada errou ao ligar os fios da câmera de ré, que deixou de funcionar.”

Para evitar essa demora, algumas concessionárias fazem até uma espécie de transplante. “Chegaram a tirar peças de um veículo zero-quilômetro para fazer o conserto. No total, em um ano e meio em que fiquei com meu Sportage 2013, o ar não funcionou por quase três meses”, conta o consultor técnico Janderson Luiz Pereira, de Florianópolis (SC).

Às vezes, o defeito vem em dose dupla, como relembra o advogado Fernando Corrêa, de Belo Horizonte (MG), dono de um Sportage 2014. “Na primeira vez, a concessionária pediu 15 dias úteis para fazer o reparo. No fim, demorou 60 dias para a peça vir da Coreia. Mas o pior estava por vir: um dia após a troca, o compressor queimou de novo e tive de aguardar mais 30 dias. Depois de 90 dias sem ar-condicionado, perdi a confiança e preferi vender o carro.”

Na rede autorizada da Kia, o período de 15 dias úteis para a chegada de um novo compressor parece ser o padrão, segundo uma pesquisa que fizemos em concessionárias de Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo.

Consultada sobre o caso, a Kia Motors do Brasil respondeu apenas que sete proprietários ouvidos pela nossa reportagem já tiveram seus veí­culos reparados pela marca.

 

O POVO RECLAMA

“Já fiquei mais de 50 dias sem o carro e não resolveram o problema com o ar-condicionado.” João Guilherme Cabrera, engenheiro, São Caetano do Sul (SP), dono de um Sportage 2013.

“Em um ano e meio, foram quase três meses sem usar o ar-condicionado por causa de diversos problemas.” Janderson Luiz Pereira, consultor técnico, Florianópolis (SC), Sportage 2013

“Depois que trocarem o compressor, a peça queimou novamente.” Fernando Corrêa, advogado, Belo Horizonte (MG), Sportage 2014

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Sergio Augusto

    Quem manda comprar essas bestas Koreanas !!!!

  2. Idelfonso dos Santos

    Tenho uma Sportage 2011 estou amplamente satisfeito com a marca. Nunca deixou a desejar. Só elogios s marca e ao atendimento da revenda Power Imports de SC Blumenau.